Foto: Qual Câmera Comprar?

Por em

Qual Câmera Comprar?

De tempos em tempos recebo a questão que dá nome para o artigo. Normalmente sugiro a leitura do texto da Claudia Regina: O guia da Fotografia de Comida que faz tabelinha com um artigo da casa: Fotografia de Comida. Como ela é fotógrafa, consegue falar com mais propriedade sobre o assunto.

Entretanto, resolvi falar novamente um pouquinho sobre o tema. Dando o ponto de vista de quem é, afinal, um aprendiz e praticamente um amador na área.

As máquinas digitais evoluíram bastante nos últimos anos. O fator quantos megapixel deixou de ser tão decisivo assim, existem outros pontos que contribuem mais para o resultado final.

Já tive algumas câmeras, no total foram 4 somando com as atuais. Quando o PratoFundo começou usava uma Sony Cybershot P93 (5.1 megapixel) que na época era regular-mediana em questão de qualidade. Tudo bem que analisando as fotos hoje, fico com muita vergonha-alheia-própria.

Tive a chance de migrar para um equipamento mais parrudo e flexível, uma Canon Rebel XTi/EOS 400D (10.1 megapixel) Canon Rebel T4i (18 megapixel) sendo a principal em uso. Além, há outra Canon: PowerShot SX200IS (12.1 megapixel), considerada uma compacta super zoom (12x ótico).

Sem falar as cameras do celular e do tablet. Afinal, dizem que a melhora camera é aquela que está com você.

Como já comentei, a quantidade de megapixel não é tão importante hoje em dia, coloquei o valor para ilustrar o conceito geral. Quando comecei a usar digitais até importava. Mas hoje, qualquer celular mediano vem com uma câmera de 5 megapixel. E recentemente (meados de 2012) saiu no mercado um celular com câmera de 41 megapixel.

Só para deixar claro: não, a Canon não me pagou nada para falar sobre isso. Mas bem que podia. Ou mandar um lente da linha Luxury!

Canon Rebel XTi

Qual Câmera Comprar?

Era considerada uma prosumer quando a comprei, ou seja, seria a porta de entrada para quem gostaria de um equipamento mais profissional. Não é tão profissional assim, porém tem características que vão além do uso-médio.

Posso dizer que é um equipamento antigo, foi lançada em 2006. Isso no mercado internacional. Para uma análise mais técnica recomendo: Canon EOS 400D / Digital Rebel XTi/ Kiss X Digital Review.

Por que optei por ela? Depois de muito ler, buscar informações e fazer referências cruzadas. Na época era o modelo que a maioria dos foodbloggers gringos tinham ou tiveram. Posso dizer que no meu caso, tive sorte.

Comprei o equipamento usado, melhor dizendo, quase não usado. O antigo dono usou por pouco tempo e resolveu vender por um preço ótimo. Como já conhecia o vendedor e sabia dos cuidados, adquiri sem medo. Isso há… 3, quase 4 anos atrás.

Prós

  • Por ser uma dSLR consigo trocar lentes, existe uma infinidade de modelos
  • Várias funções manuais
  • Sensor um pouco maior e sensível a luz
  • Arquivos em RAW (sem compressão)

Contras

  • É grande e depois de certo tempo começa a pesar
  • A troca de lentes! Quando é feita, o interior da câmera fica exposto e se qualquer partícula entrar não é nada legal
  • Se acostuma a fotografar olhando pelo visor (igual das câmeras antigas) quando pega uma sem, parece que tem um hipopótamo na mão
  • Arquivos RAW são bem grandes
  • Preço, o investimento é alto

Praticamente todas as fotos do Prato são feitas com ela. Junto com uma lente Canon 50mm f/1.8 AF II (comprada a parte). É a lente mais barata com uma boa claridade (o f/1.8), devido a isso que consigo fazer o efeito de fundo desfocado (blur/bokeh). Além de conseguir fotos com alguma qualidade em ambientes não tão bem iluminados.

Canon Rebel T4i

Foto: Canon Rebel T4i

Entre a Rebel XTI e T4i existiram várias cameras. Como disse antes, XTi saiu em 2006, já T4i em 2012. Em seis anos de separação muita coisa pode acontecer e como aconteceu! Novos modelos full frame (leia-se cameras digitais com sensor do mesmo tamanho do filme analógico, 35mm), capacidade de gravar videos, cameras sem espelho e assim vai.

Acabei decidindo pela T4i pelo conjunto da obra e preço, sempre ele. A capacidade de gravar videos em alta resolução (full HD: 1920x1080px) era imprescindível e uma nota a mais seria o visor ser móvel. Nesse filão de características há muitos modelos, alguns mais novos e outros nem tantos.

Boa parte dos prós e contras continuam o mesmo. Devido ao aumento dos megapixels e a possibilidade de gravação, o cartão de memória precisa ter uma capacidade grande e velocidade de gravação alta.

Utilizo um Sandisk Extreme SDHC I de 32GB classe 10 (45MB/s). Essas características são importantes, pois os arquivos gerados são grandes. Uma foto gira em torno de 25MB e video curto pode passar os 1GB rapidamente.

Já a velocidade é mais importante para os videos, se forem lentos parte do video não é gravada e há perda de informação. O resultado é um video “picotado” (com drop frame, com frames faltando).

Canon PowerShot SX200IS

Qual Câmera Comprar?

Adquiri uma segunda máquina por dois motivos: tamanho e videos. A análise técnica detalhada: Canon PowerShot SX200 IS. Essa linha Powershot da Canon é o equivalente Cybershot da Sony.

A Rebel por ser mais trambolhuda não é tão prática ficar carregando por aí. E também como medida de precaução, o custo dela é bem maior caso fosse necessária uma reposição.

Escolhi esse modelo específico de Powershot: grava videos em alta definição (720p), zoom real de 12x e possui modo macro para fotografar detalhes bem próximos. Considerada uma compacta super-zoom. Não é tão pequena quanto as do mesmo nicho, mas cabe no bolso, literalmente.

Quando comparada com a Rebel (ou qualquer modelo mais parrudo): a qualidade da foto é diferente, a falta de opções manuais e não trocar a lente.

Como decidir?

Mostrei dois diferentes e com propostas diferentes. Agora, para ficar com menos dúvidas duas perguntas essenciais devem ser respondidas:

  • Quanto pretende gastar?
  • Qual o propósito da nova câmera?

Tendo as respostas já é um grande passo. Como havia dito, variedade é o que não falta. Formatos e tecnologias novas apareceram. Com toda certeza vai existir uma que se encaixa ao seu gosto.

O limite custo será o principal fator, ao meu ver. Existe equipamento de todos os preços, de verdade. Com relação custo-benefício interessantes. E optando por uma dSLR (ou outros formatos que permitam a troca de lente), é um detalhe a ser analisado. Uma lente macro consegue ser mais cara que a própria câmera em si.

Já o propósito… busquei a troca de equipamento, pois queria e ainda quero evoluir na fotografia. Aprecio bastante essa área e seus profissionais. E acaba mesclando um pouco com o food styling.

Adquirir um equipamento de ponta e cheio de opções, mas ficar apenas no básico e no modo automático faria jus a compra, percebe? Saber o usar o que se tem nas mãos é muito importante, colocar em práticas todas as possibilidades oferecidas pela câmera.

O resultado final da foto é a soma da sua técnica (olhar, sensibilidade, estética) com o equipamento. A câmera sozinha não vai fazer milagre. Já vi fotos incríveis vindas de modelos bem simples.

Ficar em dúvida entre alguns modelos é normal. Para isso a melhor coisa a fazer é analisar as fotos produzidas, recomendo a busca por câmeras do flickr. Lá você consegue ter uma base excelente. E resenhas podem ser úteis, as feitas pela CNET são bacanas por serem em video, assim, a gente consegue ter uma ideia do tamanho.

Por questões de praticidade e facilidade, quanto as marcas sugiro ficar com as mais conhecidas do que com as obscuras. Quero dizer, com menos informações.

Precisando de outras informações ou tenhas dicas, caso a gente puder ajudar, fale nos comentários!

Compartilhe!

Estante do PraFundo

Home Made
Tudo e mais um pouco vol 2
Gourmet Cookbook: More than 1000 recipes
Passo a Passo – Cozinha Italiana

Confira toda a ESTANTE!

6 Comentários (Deixe o seu!)
  1. Eu sempre usei cybershots.

  2. Sem Avatar Cesar:

    Parece que o artigo “Série 101 – Fotografia de Comida” sumiu…

    1. @Cesar: obrigado pelo aviso! O link do post estava incorreto, já consertei.

  3. bacana!

    aproveita e inclui no post tuas dicas de iluminação ;)

    abs

    1. @Jonatas: calma, calma. Uma coisa de cada vez, heheh

  4. Sem Avatar Ulysses:

    Ansioso pelas dicas de iluminação!

Trackbacks/Pingbacks

  1. @lilibollero

    RT @pratofundo: {novo!} a pergunta que vez e outra aparece: qual câmera comprar? http://t.co/UT5suYOB

Comentários fechados no momento. Caso queira, entre em contato.

«

»