Nelson Boulangerie: Arte dos Pães

Nelson Boulangerie: Arte dos Pães

Por muito pouco não consegui ir na Nelson Boulangerie (Av. Madre Leônia Milito, 446 – Londrina/PR). Na primeira tentativa estava fechada, infelizmente. E tinham me dito que talvez pudesse ter fechado as portas, para a minha tristeza. Insisti mais um pouco, ainda bem. Estava aberta e funcionando. Mais uma vez foi indicação do Marcelo Katsuki (do Comes & Bebes, é o moço é bem informado mesmo).

Tenho a leve impressão de que as pessoas devem achar que eu vou meio estranho quando vou a esses lugares, fico num estado de alegria. Sabe criança quando recebe brinquedo novo? É quase no mesmo esquema… hahah

Ainda mais quando se vê pães no formato de caranguejo, urso, maçã, brioche tradicional e os pães da linha clássica (francesa). Confesso que os pães mesmo não comprei nenhum, só os diferentes, pois não teria tempo hábil para degustar todos da maneira devida.

Nelson Boulangerie: Arte dos Pães

Provei o pão no formato de caranguejo (presunto com catupiry, gostoso) e a maçã (recheio de creme, tinha uma pitada a mais de açúcar). Este último, tinha certeza que era de maçã mesmo! Optei por este ao invés da massa folhada por ter menos manteiga e tudo o mais…(na verdade, foi para contrabalancear a ida na Hachimitsu. Lá a gula atacou legal, doces são o meu fraco) mas quando cortei, meu susto! Cadê a maçã? Acontece. Não li direito a plaquinha de identificação. Fiquei tentado em experimentar o brioche, e uma espécie de palmiers gigante (tinha outro nome, mas…. =x). Fica para a próxima.

O estilo da boulangerie (padaria em francês) é bem parecida com a Bakery Itiriki que fica na Liberdade (São Paulo – Capital), o cliente se serve com aquelas pinças de metal de padaria.

Quando vir (vier) melhor, visitar Londrina de novo, vou querer provar os pães sem medo da conta! Por causa do nome, da localização tive a falsa impressão que seria caro, mas não foi nem um pouco! E não é esnobismo da minha parte não, sou muito controlado (leia-se: mão de vaca, dá tchau com a mão fechada, japonês mas com alma turca e afins). Apenas que fazer isso com mais tempo.

Só um parentêse: tinha também “Melon Bread” e na etiqueta estava a bandeira do Japão… já tinha ligado com o anime/mangá Yakitate!!Japan por causa do pão em formato de caranguejo. Depois dessa, não tem como não relacionar um com outro. Yakitate!!Japan é um mangá (história em quadrinhos japonesa) e anime (desenho animado japonês) que tem como tema a vida de um jovem e talentoso padeiro (é isso mesmo, padeiro). E dentre várias receitas na história tinha o pão de melão e o pão de caranguejo.

Nelson Boulangerie: Arte dos Pães

Nelson Boulangerie
Av. Madre Leônia Milito, 446
Telefone: (43) 3321-3954
Londrina/PR

Artigo por: Oi, Eu sou o Vitor Hugo!

Farmacêutico, Produtor Gastronômico e Comunicador de Ciência de Alimento. Uma combinação diferente, né? Vem saber mais…

Fez ou tem uma dúvida sobre a receita? Comente!

Por causa das mudanças de privacidade feitas na Comunidade Europeia, o seu comentário não irá aparecer imediatamente, caso a opção de salvar os dados não for marcada.

Seu email não será publicado. *Campos obrigatórios.

7 Comentários (Deixe o seu!)
  1. Obrigada pela informação. Eu venho a Londrina todos os anos e, sempre procuro esta boulangerie q se localizava proxima a Jorge Velho. Agora, achei d novo! Pq em Sampa temos padarias maravlhosas e boulangeries como esta somente em grandes centros. Gislaine

  2. Em termos de gastronomia posso dizer que o Nelson não é um simples padeiro, mas na realidade é um artista de grosso calibre. Além de uma pessoa extremamente agradável ele possui uma mão abençoada, com belos toques de açúcar em suas obras primas. Realmente eu recomendo, e pelo conhecimento na área que tenho garanto que é a malhor que já conheci. Nelson sucesso…..

  3. Uma aluna minha (muito queida por sinal) comentou que morou durante 4 anos em Londrina. Ela sempre comprava pães nesse local. Foi lá que se apaixonou pela gastronomia, compreeendeu o carinho e respeito à qualidade dos alimentos…Fiquei ainda mais curiossa para conhecer este lugar.
    bjo.

  4. @Juliana: pode comentar a vontade! Lá tinha madeleines?!?!??! =O Eu não as vi! Droga! A empolgação as vezes me deixa meio cego para tanta coisa a ser vista, hahaha. Na próxima, vou comprar os pães normais.

    @Nina: nossa, sério?! Que mundo pequeno esse! Li a história do Nelson, então, eu devo ter alguma esperança hahha. Ele foi veterinário por 18 anos até que decidiu trocar de rumo! Avisa-me quando forem para Londrina, assim eu posso ciceronear vocês por lá, o que acha? =D

    @Cinara: tinha também o pão com cara de urso! Tudo muito bem feito por lá! =D

  5. Eu não ia conseguir comer esse pão de caranguejo, Vitor… Além de ser muito lindo, ele estaria olhando para mim!!! :oP
    E adorei o termo “japonês com alma turca”… :oD

  6. Não conheço Londrina (ainda)…mais fiquei muito interesada em conhecer estes locais que vc tem mostrado por aqui…
    bjo,
    Nina.

  7. Victor, não resisti e vou comentar aqui de novo. O Nelson é realmente fantástico, não posso discordar, mas vc deveria ter provado o pão francês de lá. É crocante, com pouco miolo e saboroso. E se for acompanhado de um expresso…
    Adoro os pães de lá, principalmente os mais simples, sem recheio. E as madaleines são muito leves, encantadoras!
    Beijinhos!