O Tradicional Pudim de Padaria

Pudim de Padaria

Um dos doces mais tradicionais brasileiro: o clássico Pudim de Padaria! É uma receita bem antiga e um pouco diferente do que a gente pensa como pudim.

Fiquei com vontade de fazer depois que a Marisa Ono compartilhou a versão dela. As diferenças do pudim de leite normal, é que este de padaria é firme, pesado e saciava mais.

Ele tem essa características devido ao acréscimo de farinha de trigo. Vai uma uma quantidade significativa do ingrediente, e eu acho que era uma maneira de diminuir os custos da produção.

Farinha é mais barato que ovos e como é uma receita antiga faz sentido este tipo de substituição. O que poderia ser visto como algo questionável, mas que no final criou um produto diferente.

Enquanto a Marisa usou o forno, usei a panela de pudim comum que cozinha por banho-maria na boca/queimador do fogão. Por isso o coco não ficou queimado. Ah sim, o coco se separa da massa. Você fica com duas camadas diferentes.

Pudim de Padaria

E não é que ficou o sabor ficou com a referência que já tinha? Ficou como esperava! Ficou o sabor do pudim de padaria, mesmo, e dependendo da sua idade: com certeza você já comeu. O doce final fica mais denso como era de se imaginar, então, se procura algo mais cremoso esta receita não é para você.

Pudim de Padaria

Pudim de Padaria

  • Pré-preparo: 20 minutos
  • Tempo de cozimento: 50 minutos
  • Rendimento: 1 pudim de ~20cm (diâmetro)
INGREDIENTES
  • 150 g açúcar cristal (#1)
  • 15 mL água
  • 3 ovos
  • 500 mL leite integral
  • 250 g açúcar cristal (#2)
  • 125 g farinha de trigo
  • 40 g queijo mussarela/muçarela
  • 150 g coco seco ralado ( sem açúcar)
MODO DE PREPARO
  1. Na fôrma (20cm, diâmetro) de pudim faça o caramelo com o açúcar (#1) e a água, cubra as laterais e a parte central. Deixe a panela de pudim preparada com água quente.

  2. Junte no liquidificador ovos, leite, açúcar (#2) e farinha de trigo. Bata por 5 minutos, acrescente o queijo batendo ainda. Reserve.

  3. Junte o coco ralado na mistura de ovos, pulse ligeiramente apenas para misturar.
  4. Transfira para a fôrma pudim e coloque dentro da panela de pudim.
  5. Cozinhar por 50-60 minutos em fogo baixo. No teste do palito, não deve sair sujo com massa líquida.
  6. Deixar esfriar antes de levar para a geladeira. Ideal deixar gelar de um dia para outro antes de desenformar.
Você fez a receita? Marca a gente @PratoFundo ou tag #PratoFundo!
Pudim de Padaria

Deixe um comentário

Por causa das mudanças de privacidade feitas na Comunidade Europeia, o seu comentário não irá aparecer imediatamente, caso a opção de salvar os dados não for marcada.

Seu email não será publicado. *Campos obrigatórios.

11 Comentários (Deixe o seu!)
  1. hum.. Esse pudim parece ser delicioso pena que eu não posso comer.Porém mesmo assim vou fazer para minha família eles vão adorar tenho certeza Obrigado por esta receita tão simples de fazer amei… Obrigado um beijo aqui de Pernambuco . Tchau.

  2. Mozzarella ou muçarela. Mussarela nao existe.

  3. Não sou lá muito fã de pudim, mas vou tentar com esse…..Ficou bonito e firme! Isso é bom já que os meus nem sempre ficam firmes !

  4. Tem um pudim desses de padaria que minha mãe faz, e que é uma receita da minha vó. Chama-se 4, 3, 2, 1. A lógica da receita é bem simples: 4 xícaras de leite, 3 ovos, 2 xícaras de açúcar e 1 de farinha. Devo dizer que gruda tudo nos dentes, bem daquele jeito que a gente adora. Uma “dilíça”. :p

  5. Minha mãe aprendeu a receita desse pudim com o pai dela meu avô que era padeiro, apesar de ser um pudim com consistência um pouco mais pesada tem um sabor só dele que me remete a minha infância, muito bom.

  6. Ficou lindo! Pudim de padaria é o meu preferido.

  7. Adoro esse pudim, é rústico e delicioso. Também coloco raspas de limão, fica bom! bjs

  8. Ahh…esse era o pudim que a minha bisavó fazia!!! Pelos menos eu acho.. vou fazer o teste para ter a certeza. Vou experimentar fazer como faço o de leite condensado, na panela de pressão. Será que dá certo? Tentar não custa. Beijinhos

  9. Oi! Esse pudim tem histórias muito engraçadas. Minha mãe foi zeladora em um alojamento no Japão e alguns moradores praticamente imploravam para que ela fizesse esse pudim. E pediam assado (no forno, sem banho-maria) que fica muito mais firme! Para ir vendo como certos sabores da infância marcam as pessoas.

    Esqueci de comentar, mas no Rio, quando ia queijo, era queijo do reino, praticamente era o único que se encontrava nos mercados, nos distantes anos 70. É que a comunidade portuguesa é muito grande por lá e haviam muitos padeiros portugueses.

  10. Curiosidade: Por que o queijo?

    1. Na original dizia que podia ir coco ou queijo. Coloquei os dois, sabe como é, gordice mesmo. hahahahah

«

»