CasaCor São Paulo 2018: Novidades para Casa e Cozinha

Por em

CASACOR São Paulo 2018: Fogão de ferro

No domingo (20) teve a pré-abertura da nova edição da CASACOR São Paulo que completa 32ª edição tendo com o tema A Casa Viva. Fui convidado pela assessoria da LG e da CASACOR para conferir as novidades.

Para 2018 são 81 ambientes decorados divididos entre casas, lofts, lounges, salas, banheiros, estúdios, apartamentos e paisagismo. Cada espaço assinado por arquitetos e designers.

CASACOR São Paulo 2018: Flávia Gerab e Silvana Mattar - Boutique Residence 218

CASACOR São Paulo 2018: Flávia Gerab e Silvana Mattar – Boutique Residence 218

Vou confessar que sempre quis ir, mas as datas nunca batiam. Valeu a espera, não é mesmo? E eu sei que deve achar estranho: mas você fala de comida! O que foi fazer em evento de decoração e arquitetura?

Então, comida é feita na cozinha. E meuzamigos e minhazamigas: cada cozinha mais bonita que a outra. Ah, sem falar nos banheiros. Sim, eu julgo os lugares pelos banheiros.

CASACOR São Paulo 2018: Ricardo Abreu Borges - Transtudio

Eu disse que me importo com banheiros, né? O ambiente projetado pelo Ricardo Abreu uniu quarto e banheiro com uma pegada mais romântica (a pintura era rosa claro)… eu interpretei assim. Não sei se está certo, mas chamaria de rococó moderno.

CASACOR São Paulo 2018: Banheiro cor cheiro verde década 50

Este outro todo verde, a cor é chamada cheiro verde. Me remeteu a década de 50, sem falar que lembrou bastante a casa da minha avó. Talvez, seja o estilo do azulejo.

A minha visão sobre a mostra é mesclado: entre profissional de cozinha e consumidor final. Deu para sentir qual poderá ser as tendências para 2018-2019 para casa e decoração. De uma maneira geral, sinto que será algo mais sóbrio e limpo. Já para as cozinhas, praticamente todas, eram ilhas abertas e espaçosas que agregavam a sala também.

CASACOR São Paulo 2018: Flavia Ranieri - Estúdio da Longevidade

CASACOR São Paulo 2018: Flavia Ranieri – Estúdio da Longevidade

Esse projeto do Estúdio da Longevidade, eu achei bastante funcional. Tem uma área boa de pia e bancada para trabalho, além de ser funcional. É um ambiente de uma casa completa pensando facilidades para pessoas idosas.

CASACOR São Paulo 2018: MF+Arquitetos - Tartuferia

CASACOR São Paulo 2018: MF+Arquitetos – Tartuferia

A gente não nega que é cozinheiro, e sempre achamos uma! Lá terá a Tartuferia, então, é necessário uma cozinha profissional. Durante a visita ainda não estava operacional. O forno combinado é riqueza: é um Rational (leia-se: é grife rica dentro da cozinha profissional).

Já para as cozinhas de casa senti uma volta no uso de pedras em geral e no granilite (revestimento com misturas de pedras). Algo que era muito comum para mim em meados da década de 80 e 90, tinha muita na casa da minha avó.

CASACOR São Paulo 2018: Cozinha com tampo de granilite CASACOR São Paulo 2018: Churrasqueira e granilite

E parece que o mercado brasileiro aderiu realmente as cozinhas tipo americanas: tudo aberto e acoplado à sala. Particularmente, eu prefiro cozinha fechada para impedir que aromas se espalhem pela casa. Tudo bem que o público-alvo não cozinha per se.

CASACOR São Paulo 2018: Suite Arquitetos - Casa da Árvore Renault, Projeto: Daniela Frugiuele, Filipe Troncon e Carolina Mauro CASACOR São Paulo 2018:

Dentro da CASACOR terá a operação também da Boulangerie Dona Deôla com ambientes inspirados nos cafés parisienses com projeto assinado por Beatriz Zamperlini e Mariana Zimmermann do escritório Due Z Arquitetura. Durante o serviço atenderá almoço, café da tarde e jantar.

CASACOR São Paulo 2018: Boulangerie Dona Deôla

CASACOR São Paulo 2018: Boulangerie Dona Deôla | Foto: Due Z, Murr Studio

Se você gosta de decoração e arquitetura reserve umas 2 horas para visitar todos os ambientes. Tem muita coisa para ser vista.

Onde?

CASACOR São Paulo
Período: 22 de maio a 29 de julho de 2018
Terça a sábado, das 12h às 21h; Domingo, das 12h às 20h
Ingressos: a partir de r$38

Jockey Club de São Paulo
Av. Lineu de Paula Machado, 875
Dica: se for de transporte público, a estação mais próxima (já do outro lado da marginal) é a Butantã (Linha 4 Amarela) e de lá pega um táxi ou Uber. Tem também a estação de trem Cidade Jardim, mas está antes da marginal.

Compre pelos links abaixo. O valor não muda e você ajuda o PratoFundo:
SubmarinoShoptimeAmericanas

Vamos comentar? :D

«

»