Madeleines de Canela

Um dos vários taras desejos dos blogueiros de comida são macarons e madeleines. Um depende da técnica e variáveis, enquanto o segundo o grande requisito é uma fôrma no formado de concha.

Madeleines de Canela por PratoFundo.com

Por muito tempo fiquei atrás dessa bendita fôrma… encontrar, até encontrei. Porém, com preços nada amigáveis tanto em metal quanto em silicone. Depois de algumas lidas aqui e ali, muita gente afirmou que madeleines em silicone não ficam tão legais.

Só fica o registro que limpar fôrmas de silicone não é a tarefa mais agradável do mundo, mas não se engane: silpat® (é um tapete de silicone com uma trama de fibra de vidro) é uma mão na roda amor! Ou seja, prefiro fôrmas/assadeiras de metal. Para as madeleines não seriam diferentes.

Quando não é, não é.

Até que no meio de dezembro do ano passado recebi uma encomenda vinda lá do Japão! Quem acompanha os blogs de comida já deve saber quem é! Akemi do Pecado da Gula havia me prometido mandar algumas coisas que eu sabia de antemão. Mas quando abri o pacote… lá estava uma bela fôrma de madeleines das grandes (12 unidades)!

Nem acreditei quando vi! Esperava uma coisa e ainda vem outras? Foi uma grata surpresa! :)

Madeleines são pequenos bolos amanteigados com um toque de limão (este é o sabor clássico) no formato de concha. Na realidade o que caracteriza o doce é a sua forma, o sabor pode ser os mais diversos. Por exemplo, Madeleines com mel e limão (da Akemi), Madeleines com Água de Flor de Laranjeira (da Luna), Madeleines com farinha sarracena (da Valentina), Madeleine de Coco (da Patricia Scarpin).

E todo buzz em torno delas é justificável. Por mais simples que seja a receita, é uma delícia. Acredito que a união do formato e a receita que criam toda a atmosfera no doce. Como a Cinara lembrou no artigo (Madeleines), o escritor Marcel Prost em seu livro “Em Busca do Tempo Perdido” descreveu a primeira vez quando experimentou uma madeleine. (Leia o texto aqui.)

Essa é a segunda vez que faço o doce, mas com uma receita diferente. Na primeira tentativa, minhas madeleines embatumaram! Sim, consegui essa façanha… forno não quis ajudar muito. Preciso de um termômetro, mas isso falo depois.

Usei a receita do David Lebovitz: Lemon-Glazed Madeleine Recipe. Modifiquei o sabor, usei extrato de baunilha e toque de canela ao invés do limão. E omiti o glaze de limão também.

Madeleines de Canela por PratoFundo.com
Gif para se inscrever no canal do PratoFundo no Youtube

Madeleines de Canela

Pré-preparo: 20 min
Tempo de cozimento: 10 min
Total: 30 min
Rend.: 27 unidades
Autor: Vitor Hugo

Ingredientes

  • 3 ovos (temperatura ambiente)
  • 130 g açúcar cristal
  • 1/8 c. chá sal refinado
  • 1 c. sopa extrato de baunilha (ou 1-2mL essência)
  • 1 c. chá fermento químico em pó
  • 175 g farinha de trigo
  • 1/2 c. chá canela em pó
  • 120 g manteiga sem sal (derretida; temperatura ambiente)

Modo de Preparo

  • Bata os ovos, açúcar e sal por 5 minutos, então, adicione a baunilha.
  • Peneire a farinha de trigo, fermento em pó e a canela. Adicione aos poucos no creme de ovos e misture com a espátula (não bata). Então, acrescente a manteiga derretida e misture bem.
  • Cubra a massa e deixe descansar por no mínimo 1 hora na geladeira, recomendo 3 horas. Esta etapa pode ser feita também: unte com manteiga a fôrma e polvilhe farinha de trigo, então, acrescente a massa na fôrma e deixe-a descansar na geladeira também.
  • A quantidade de massa em cada espaço é de cerca 3/4. Aqui reside um detalhe importante, se colocar demais a madeleine não ficará com o calombo nas costas. E outro, não espalhe a massa para cobrir todo espaço.
  • Pré-aqueça e asse (na grade mais alta) em forno a 218ºC por 8-9 minutos. Está bom quando as bordas e a superfície estiverem douradas.
  • Retire do forno e desenforme as madeleines colocando-as sobre uma grade para esfriarem. Sugiro que polvilhe açúcar de confeiteiro logo após. Rendeu 27 conchas, assei 3 vezes (graças que a fôrma é antiaderente).

Dicas

  • Manteiga: depois de derretida e fria aparecer alguns “sólidos” é só peneirar antes de colocar na massa.
  • Forno: como a fôrma é “fina” e meu forno a regulagem é louca, assei na grade mais alta com uma assadeira por baixa para ficar mais alto.
Você fez a receita? Marca @PratoFundo no Instagram ou deixe um comentário!
Madeleines de Canela por PratoFundo.com

Oi, Eu sou o Vitor Hugo!

Cientista e Cozinheiro que juntou duas paixões Ciência e Comida: a melhor combinação que existe! Diferente, né? Vem saber mais…

Deixe um comentário

Por causa das mudanças de privacidade feitas na Comunidade Europeia, o seu comentário não irá aparecer imediatamente, caso a opção de salvar os dados não for marcada.

Seu email não será publicado. *Campos obrigatórios.

25 Comentários (Deixe o seu!)
  1. adorei suas madeleines e essa forma é mesmo bonita, tenho que dar um giro a ver se acho uma igual

  2. Oie!
    Amei as madeleines.
    Como moro no fim do mundo, um dia tenho a esperança de encontrar a forma por aí!
    Adoro o seu blog!
    Beijos

  3. Como estou começando a cozinhar, não conhecia as madeleines. Parecem ótimas além de serem lindas!!! E vou lembrar das dicas ao comprar minha fôrma! Beijos!

  4. @Leo: pow, como assim? Tem que fazer, hein? heheheheh Fico na tentação de ir na Barra Doce, mas ela fica muito longe! hahahahah

    @Tais: De modo geral prefiro, sempre, fôrmas/assadeiras de metal. Lavar fôrmas de silicone não é nada divertido, heheheh.

    @Luciana: nunca pensei que algo tão simples como madeleines pudessem ser tão legais!

    @Bergamo: sem dúvida! Estou me segurando para não fazer de novo. Por mais que sejam delicadas, são terrivelmente calóricas, hahahahah

    @Diego: Fiz um post falando da fôrma (https://pratofundo.com/forma-de-madeleine/) e tem fotos, agora! heheheh
    Uia, em qual loja você trabalha? Pode falar? Já fui em algumas lojas da região do Jardins e da rua Paula Souza. Será que já fui na “sua”? Semana que vem estarei em São Paulo de novo, quem sabe a gente não se esbarra por aí!

    @Luna: pavê nãooooooo, hahahahah. Tudo bem, trifle deixo passar! uhauahuahauhauha

  5. Pra variar ficaram lindas. A minha fôrma de madeleines é de silicone, presente da linda Valentina, e não tive problemas, gosto muito do resultado. Ah, fiz um pavê (trifle) e só lembrei de ti, hehehe, de como você tem pavor, hehehe. :D

  6. Oi Hugo,

    acompanho seu blog há uns meses, descobri através de um amigo nosso em comum: Danilo “Idman” Vitoriano.
    Bom, eu sou formado em gastronomia e trabalho numa loja de equipamentos para cozinha profissional aqui em Sampa e fiquei super curioso sobre essa sua forma de Madeleine. Rola você postar uma foto? O fabricante e onde elas foram compradas? As que eu já vi e vendi foram sempre mais alongadas e não redondinhas como essa sua que imita uma concha de vieira! Muito legal!
    Abs e aproveita bastante o curso do Senac.

  7. Vitor Hugo,
    Depois de acertar uma vez, nunca mais você erra e fica viciado. Sempre faço: http://blogdobergamo.blogspot.com/2008/06/eternas.html
    A minha receita é bem simples (minha não…é uma receita clássica de pound cake).
    Abraços,
    Bergamo

  8. Sabe, acho Madeleines biscoitinhos muito elegantes, o formato e a camadinha de açúcar polvilhado…e muito gostosos.
    Ainda, ainda…não comprei minhas forminhas, mas já estou providenciando.
    As Madeleines que você fez só confirmam o que escrevi, perfeitas.
    Bjs!

  9. olá Vitor tudo bem? Afinal , na sua opiniao qual é a melhor forma para madaleine? silicone ou metal?abracos Tata.

  10. PS: acredita que a barra doce fica a 2 quarteirões da minha casa. comprei lá o presente de aniversario de casamento da bia (foi ontem). abraço.

  11. Aqui em casa tem forminhas individuais, tipo aquelas soltas de empada, sabe? mas nunca fizemos (quer dizer, a bia nunca fez, pq eu não sei nada de panificação/baking/coisas que vão ao forno e saem doces) hehehe.

  12. @Pat: estava com receio que não desse certo novamente, mas tudo correu bem! Pessoal de casa aprovou!

    @Izumi: bastante dindin! Euros de preferência, hahahahah

    @Olá Cris: Quando estava na procura pelas fôrmas de madeleines, demorei para achar. Mas alguns tinham/tem:
    http://www.pinheirense.com.br/ (eles tinham, mas no site não lista mais… na época custava r$80)
    http://www.barradoce.com.br/ (faz pouco tempo começaram a trazer a versão em silicone da marca Silikomart)
    http://www.planetadasformas.com.br/ (são forminhas de metal, mas soltas… deve dar um trabalho pra limpar)

    @Mari: não me dei muito bem com fôrmas de silicone… tenho as de muffin, mas acabei comprando uma assadeira para tal da Wilton. Bem mais fácil, heheheh

    @Gina: são simples, mas possuem presença!

    @Bruno: para você ter uma idéia, nem em São Paulo! E quanto tem, é caro pra caramba!

    @Goreti: vai sim! Ter que acreditar, :D

    @Valentina: Akemi-sama foi de um presteza que só! Fiquei muito agradecido com o gesto dela :)

    @Carol: ahhhhhhh! Nossa, devia ter comprado sem pensar! hahahahah Desse lado do oceano é bem complicado.

    @Luciana: são mesmo… encantam pelo formato e pela simplicidade, creio! Obrigado pelo voto! :D

    @Talita: vai de metal, sempre! Silicone só o silpat® compensa, hehehehe

    @Nina: E não é? uhauahuahua Para mim, macarons é mais para aprender a técnica do que paladar e as madeleines por causa do formato! :P

  13. adorei a frase: “Um dos vários taras desejos dos blogueiros de comida são macarons e madeleines.”
    concordo plenamente!
    P.S. Viu que o Khodair finalizou o blog! nem consegui ler o último post dele!

    bjos

  14. Vitor, suas madeleines ficaram lindas! E parecem, obviamente, deliciosas! Valeu pela dica das formas de madeleine em silicone, ainda não achei nenhuma pra comprar, mas acho que vou preferir a de metal.

  15. Nooossa! Que Madeleines lindos! Alguém sabe me dizer por que estes pequeninos são simplesmente tão irresistiveis! Madeleines, Macarons, Financiers.
    Humpf! Já lembrei porquê…
    Adoro seu site! Já votei! Boa sorte
    Bjo
    Lu

  16. Madeleines lindos demais! Aqui em casa mamãe encontrou umas formas quando foi a Lisboa, mas estavam supermegahiper caras. Eu sinto que ela se arrepende de não ter comprado. Mas não desistiremos, um dia procurando uma coisa totalmente diferente encontraremos uma forminha mais comprável =D
    beijoos

  17. Vitor, ficaram lindas. a akemi é uma gentileza só.

  18. Tbm é meu sonho de consumo, em breve espero estar com a minha.

    Beijos!!!

  19. Parece delicioso Vitor!
    Pena que em Recife não se vendem formas de madeleines, e nem eu tive oportunidade de provar um!

  20. Vítor, ficaram lindas suas madeleines e cada vez que vejo esses bolinhos fico com mais vontade de fazê-los.
    Bjs.

  21. Ando também numa fase madeleines. Comprei as fôrminhas de silicone na Doural e são ótimas. O preço não é tão doce, mas valeu a pena, pois ficaram lindas e bem gostosas.

  22. Vitor:

    Ando em uma luta totalmente “inglória” para encontrar forminhas de madeleines por aqui…Se achamos é cara ou de má qualidade. Será que um dia vão perceber que há público para esses apetrechos culinários por aqui? Tomara que sim!
    Suas madeleines ficaram absolutamente divinas. Até sinto o perfume!

    Bjs,

    Cris

  23. Vh-san…aeeee!!!!Feliz Ano Novo!!
    Muito sucesso e dindin no bolso para vc!!!!!!!!!!!
    Ficaram lindas, perfeitas e aposto que o sabor deve ter ficado maravilhoso. Eu nunca tive uma forma de madeleines…mas um dia hei de ter!!!!
    Ahhnn, estou há séculos para lhe agradecer do toque lá no meu comment…putz, como eu viajo ,né????ahhahhahah…
    bjao

  24. Ficaram lindas! E adorei o toque de canela.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Fôrma de Madeleine — Prato Fundo

    […] causa de “Madeleines Au Cannelier” perguntaram qual era a minha fôrma, então! É esta da foto, de metal e antiaderente (essa […]