Sorvete de Banana Caramelada e Crocante de Canela

Sorvete de Banana Caramelada & Tuiles de Canela

Este sorvete ganhou vida por um motivo importante, dar um destino nobre para 6 bananas que estavam quase passando dessa para uma pior. Estavam no auge da madurice (existe essa palavra?), doces e era possível sentir o cheiro de banana-madura na casa toda!

Comer meia dúzia não era uma solução adequada (e nem saudável), o que poderia ser feito? Olha ali e aqui: oba, vamos fazer sorvete! Creme de leite fresco em mãos e vamos lá! Numa relação podemos dizer que esta receita seria no estilo Philadelphia por não utilizar ovos na base com algumas pequenas mudanças aqui e ali.

O sorvete ficou rico e… tem gosto de banana! Mas muita banana! Se você não é fã do “fruto”, nem cogite a ideia de fazê-lo. Não tem como descrever, é bem bananoso o gosto! hahahahah

Para dar uma quebrada nessa banana toda pensei em fazer alguma coisa com canela e as tuiles me pareceram bem adequadas. Tuiles é um tipo de biscoito da confeitaria francesa bem fino e crocante que a forma lembra uma telha, feito a base de açúcar, claras e farinha de trigo na essência.

O biscoito me lembrou e muito um produto bem brasileiro (eu creio que seja), o biju. Aqueles cones marrons de massa bem crocante que eram vendidos na porta de escolas. Ainda são? Faz tanto tempo que não como um desses. Ou seja, total comfort food.

E a união do sorvete que exalava banana com esse biscoito fino e crocante foi excelente! Arrisco a dizer que são necessários, cada um sozinho não iria mostrar para o que veio.

Sorvete de Banana Caramelada & Tuiles de Canela

Sorvete de Banana Caramelizada com Crocante de Canela

  • Pré-preparo: 20 minutos
  • Tempo de cozimento: 5 horas
  • Rendimento: 600 mL
INGREDIENTES
Ingredientes: SORVETE
  • 530g g bananas nanicas (bem maduras sem casca e picadas; cerca 6 unidades)
  • 300 g creme de leite fresco/pasteurizado (tenha mais que 35% gordura | usado: 40% gordura)
  • 200 mL leite desnatado
  • 1-4 c. sopa açúcar cristal
  • 2 c. chá suco de limão
  • 1 c. sopa extrato de baunilha (ou 1-2 mL de essência)
Ingredientes: CROCANTE TUILE DE CANELA
  • 145 g claras (aproximadamente 4 unidades)
  • 135 g açúcar de confeiteiro
  • 135 g farinha de trigo
  • 80 g manteiga sem sal (derretida)
  • 2 c. chá canela em pó
  • 20 g amêndoas laminadas (picadas; opcional)
MODO DE PREPARO
Modo: SORVETE
  1. Em uma frigideira, em fogo médio-alto, coloque as bananas picadas e deixe caramelizar apenas no próprio açúcar da fruta. Mas tome cuidado para não cozinhar demais. Se necessário, faça por etapas. Em seguida, amasse as bananas com um garfo, reserve.

  2. Enquanto isso, numa panela coloque para esquentar o creme de leite e o leite, mexa. Desligue quando iniciar leve fervura.
  3. Bata as bananas com o leite liquidificador (ou mixer de mão) até ficar bem homogêneo, adicione o suco de limão uma colher por vez e experimente, caso utilize a o extrato de baunilha acrescente agora. A quantidade de açúcar irá depender de quão maduras as bananas estavam, coloque aos poucos e vá experimentado.
  4. Deixe essa base de sorvete esfriar (coloque na geladeira) completamente antes de colocar na sorveteira, e siga as instruções da sua. Caso não tenha o equipamento, faça o esquema de bate-volte: leve ao freezer/congelador e a cada 2 horas retire e bata, repetindo a ação 3 vezes.
Modo: CROCANTE TUILE DE CANELA
  1. Em uma tigela bata as claras e o açúcar até ficar homogêneo, não é para virar em neves. Adicione a farinha de trigo e incorpore, logo, acrescente a manteiga derretida e a canela em pó. Caso use amêndoas, coloque também. A quantidade pode variar de acordo com o seu gosto pessoal, então, experimente. Deixe descansar na geladeira por 15 minutos.

  2. Pré-aqueça o forno em 200ºC.
  3. Para assar as tuiles você pode usar silpat ou forrar a assadeira com papel manteiga e untar com óleo. No caso do papel, é possível reutilizá-lo entre as fornadas, porém é necessário untar todas as vezes.
  4. Espalhe 1 colher de chá de massa e ajeite com as costas da colher buscando uma forma arredondada, tome cuidado para não deixa muito grossa. Asse por 5-8 minutos e retire do forno.
  5. Para dar o formato de telha, a tuile deverá ser moldada ainda quente, utilize um rolo de macarrão untado para curvá-las.
  6. Armazene em recipiente muito bem tampado, se ficarem em contato com ar por muito tempo elas perdem a crocância. Caso isso acontecer, é só reaquece-las no forno por uns 5 minutos.
Você fez a receita? Marca a gente @PratoFundo ou tag #PratoFundo!
Sorvete de Banana Caramelada & Tuiles de Canela

Deixe um comentário

Por causa das mudanças de privacidade feitas na Comunidade Europeia, o seu comentário não irá aparecer imediatamente, caso a opção de salvar os dados não for marcada.

Seu email não será publicado. *Campos obrigatórios.

13 Comentários (Deixe o seu!)
  1. Gostei da combinação sorvete + tuiles, está anotada!

  2. Vitor,

    Suas receitas são incríveis! Agora são 22h e eu fiquei com vontade de correr para a cozinha para fazer o sorvete e as tuiles.

    bjs

    Carla

  3. Olá Vitor,
    Vontade de comer o monitor nº100. Nham, nham!
    Só de ler o post, senti o cheiro das bananas aqui em casa… Amo bananas, com tuiles então? ótima combinação.
    Preciso fazer sorvete com urgência, o calor aqui em BH tá
    me derretendo.

    Abraços,
    Luiza

  4. Vitor, não sou nada fã de bananas, mas em compensação sou louca por tuiles. As últimas tuiles que eu fiz (receitas da Martha Stewart) deram errado, mas só de ver as tuas fotos me animei a tentar de novo. Só que vou comê-las sem sorvete bananoso ;-)
    Ligia

  5. Vitor, as fotos estão incríveis e eu estou sonhando com este sorvete.. bjos, Glau

  6. Fiquei com vontade de experimentar o sorvete com gosto bananoso..rs…rs….
    Nossa se essas tuiles, realmente lembram biju, eu vou fazer com certeza….
    Hummmm, me lembro que quando era pequena, passava um senhor vendendo biju na minha rua, com um instrumento na mão…que fazia muito barulho, mas ao ouvir já sabia que era o senhor do biju….
    ah…sessão nostalgia.

  7. Vitor, estamos em sintonia: sábado peguei o livro do David Lebovitz para fazer sorvete, crente de que havia banana na fruteira – não tinha. :(
    Fica para a próxima e agora, depois de ver o teu , fiquei ainda mais tentada a fazer. Que lindos os teus tuiles!

  8. Hummm… eu estava mesmo esperando chegar esta receita no blog :-) Muito boa mesmo.

  9. Brilhante opção! Sorvete é sempre uma excelente forma de honrar com um bom ingrediente! Hahaha
    Ainda mais se eles ficaram assim, bem banonoso! XD
    Ah, e ainda vejo biju vendendo aqui em São Paulo, também. Mas agora sofrem forte concorrência dos saquinhos de amendoim torrado…

  10. Combinação perfeita, pois os ingredientes se merecem, mas nunca imaginei juntar banana com canela assim. Muito criativo, gostei!

  11. *-* adorei, vou tentar fazer quanto sobrar bananas.
    Você ja fez receitas com açucar culinario? seria interessante porque não sei muito oque fazer com ele, aliás, seria legal tb receitas light \o.
    Parabéns

  12. Achei estranho as telhas terem ficado com gosto de bijuu… Pela pouca experiência que tive com ambos os produtos, o gosto sempre foi muito diferente.

    Mas parece ter ficado excelente o resultado!
    Parabéns!

  13. Eu amo banana! As fotos estão lindas. Nham!

«

»