Pão Doce de Canela Americano (Monkey Bread)

Escutei falar tanto em monkey bread, monkey bread e monkey bread… e qual foi o resultado? Tive que fazer para saber o que tinha de tão diferente nesse pão todo feito em gominhos.

Pão Doce de Canela Americano (Monkey Bread) por PratoFundo.com

Não encontrei muitas referências da origem dessa preparação e nem qual a razão para esse nome tão peculiar. Sei, apenas, que é tradicional dos EUA, servido no café manhã. Basicamente é um pão doce com especiarias e amanteigado, sendo coberto com uma calda de caramelo, se desejar. Melhor ainda se servido morno ou aquecido.

Tudo bem que tem lá algumas calorias a mais, mas se serve de consolo essa versão usa farinha integral para apaziguar um pouco a culpa.

A receita original, na minha modesta e humilde opinião, tem alguma coisa errada está equivocada. Aliás, bem equivocada. A proporção de secos (farinha de trigo em geral) é muito maior do que a de líquidos.

Pão Doce de Canela Americano (Monkey Bread)

Praticamente 5 cups de farinha para um ovo e 125mL de água. Tem a manteiga também, mas é pouca umidade para tudo isso de base seca. Prevendo que isso iria acontecer, adicione por conta leite morno para conseguir utilizar parte dessa farinha.

Outro detalhe era o sabor. Em tese é um pão “doce” com especiarias, na verdade, só canela. O detalhe que a parte doce viria de fora, ou seja, a massa em si é “branca”. Quero dizer, pelos ingredientes iria lembrar um pão normal coberto com uma calda adocicada.

Para melhorar isso decidir acrescentar açúcar na massa também para dar apenas um toque, pouco coisa. Não fica doce, doce na sua essência. A massa, quero dizer.

Voltando na especiaria, para dar mais aromas ao pão coloquei também cardamomo. No caso, usei um mix finlandês próprio para fazer a Korvapuusti / Pulla, outro pão doce com especiarias, mas de origem finlandesa. Pode usar cardamomo normal, colocando de acordo com o seu paladar.

Observando a lista de ingredientes notará que vai bastante fermento quando comparado com o todo. Considerando que é uma massa difícil por ter farinha de trigo integral e manteiga, é compreensível. Além do mais, ocorrem 3 períodos de fermentação. Assim, não ficou com gosto de fermento.

Falando em gosto. O resultado foi bom, tudo bem que eu tinha uma grande expectativa para saber o que raio tinha de tão especial nesse pão. É gostoso, mas não tem lá muita justificativa pelo tanto que foi dito ou como disse, esperei demais. Convenhamos, tem manteiga e canela, se ficasse ruim… Claro, uma outra receita mude essa primeira opinião, quem sabe, né?

Pão Doce de Canela Americano (Monkey Bread)

Monkey Bread: Pão Doce de Especiarias Americano

  • Pré-preparo: 30 minutos
  • Tempo de cozimento: 35 minutos
  • Rendimento: 1 pão grande
INGREDIENTES
  • 380 g farinha de trigo
  • 255 g farinha de trigo integral
  • 200 mL leite integral (morno; integral ou semidesnatado)
  • 120 g manteiga sem sal (temperatura ambiente)
  • 50 g açúcar cristal
  • 1 ovo (temperatura ambiente)
  • 125 mL água morna
  • 20 g fermento biológico seco instantâneo
  • 3 g mel
  • 6 g sal refinado
  • 2-3 g cardamomo (usei um mix finlandês)
  • 30 g manteiga sem sal (derretida)
  • Canela em pó (para polvilhar)
  • Açúcar refinado (para polvilhar)
MODO DE PREPARO
  1. Dissolver o mel na água morna, acrescentar o fermento biológico seco instantâneo. Mexer bem, reserve até espumar bastante, cerca de 5-7 minutos.
  2. Dissolver o açúcar cristal e o cardamomo (previamente transformado em pó) no leite morno.
  3. Numa tigela juntar a mistura de fermento, as farinhas e o sal. Começar a sovar (ou usar a batedeira planetária com o batedor gancho).
  4. Adicionar o ovo e a mistura de leite aos poucos. A quantidade de líquido por variar dependendo da umidade das farinhas e do tamanho do ovo.
  5. Quando a massa começar a ganhar forma, adicionar a manteiga aos poucos.
  6. Continuar a sovar até a massa ficar lisa e elástica. Na batedeira, cerca de 8 minutos.
  7. Bolear a massa (deixar em formato de bola), reservar na tigela coberta até dobrar de tamanho. Cerca de 45-60 minutos.
  8. Retirar todo o gás da massa amassando-a pelo centro, bolear novamente. Reservar por 30-45 minutos.
  9. Misturar a canela em pó e açúcar refinado, a quantidade pode variar de acordo com o seu paladar. Será usado na fôrma para polvilhar e passar na massa.
  10. Untar uma fôrma de furo (24cm diâmetro por 8cm) com parte da manteiga derretida, polvilhar com o mix de açúcar e canela.
  11. Dividir a massa em 4 partes e cada parte em 16 pedaços menores. Bolear cada um deles e passar na mistura de açúcar e canela.
  12. Distribuir as bolinhas na fôrma, deixando uniforme a distribuição.
  13. Reservar por 20-25 minutos, a massa irá crescer e quase preencher os espaços vazios.
  14. Pré-aquecer o forno em 180ºC.
  15. Assar por 25-30 minutos a 180ºC, a massa superficial deve estar bem dourada.
  16. Retirar do forno e deixar esfriar na fôrma por 3-4 minutos antes de desenformar.
  17. Passar o restante da manteiga derretida sobre o pão e polvilhar com o mix de açúcar e canela.
  18. Servir morno ou temperatura ambiente.
Você fez a receita? Marca a gente @PratoFundo ou tag #PratoFundo!
Pão Doce de Canela Americano (Monkey Bread)

Deixe um comentário

Por causa das mudanças de privacidade feitas na Comunidade Europeia, o seu comentário não irá aparecer imediatamente, caso a opção de salvar os dados não for marcada.

Seu email não será publicado. *Campos obrigatórios.

11 Comentários (Deixe o seu!)
  1. ahh que delicia, eu faço sempre esse pão aqui em casa!!
    vou testar a sua versão da receita
    bjoconas!

  2. Vitor! =D Estava uma delícia o seu cartão de visita! hehe Deu uma dó de comer, mas preciso confessar que salvou minha noite! Pegamos um mega trânsito pra sair de Campos que chegamos super tarde aqui em SP! Péssimo -.- hehe
    Mas adorei ter te encontrado lá do TEDx! Sempre bom ver rostos conhecidos! hehe
    E vc, chegou bem aih em Londrina?
    Se cuida
    Beijos

  3. Oi Victor Hugo,
    Já anotei a receita. Deve ser uma delícia!
    Bj,
    Lylia

  4. Olá Hugo! Fui apresentada a este pão quando era adolescente por uma amiga. Ela me cedeu a receita de família do “Pão Construção”, e nesta versão as bolinhas são recheadas com goiabada e passadas no açúcar com canela. O único ponto de ressalva é que acho o gosto do fermento um pouco forte.

    Ingredientes: 50g fermento biológico (eu uso 2 tabletes), 2 colh. (sopa) açúcar, 1 colher (café) sal, 1 xíc. (chá) leite morno, 1/2 xíc.(chá) óleo, 2 ovos, farinha e goiabada cortada em cubinhos.

    Preparo: Dissolver o fermento no leite, bater todos os ingredientes no liquidificador, menos a farinha e a goiabada. Em uma tigela, junte a farinha até obter uma massa lisa. Deixe descansar até dobrar de volume. Faça pequenas bolinhas, recheie com a goiabada e passe no açúcar com canela. Coloque as bolinhas em forma untada e polvilhada. Assar em forno médio até dourar.

    Espero que goste! :)

  5. Olá! Nossa, canela e cardamomo, combinação indiana perfeita! Mas assim, é possível apenas usar farinha branca? Não tenho preconceitos com carbohidratos, rssss.

    Abraço!

    1. Ah, acredito que não vai ter problema não. A integral não interferiu no gosto, além de pesar menos a culpa, aliás dá para deixar como desculpa, heheheh

  6. Vi outro dia um vídeo deste pão onde, antes de passar as bolinhas de massa no açúcar com canela, passagam num suco de laranja coado. Depois, passavam numa mistura de açúcar com canela e colocavam na forma. Será que isto atrapalha o crescimento? Abs

    1. Creio que não vai atrapalhar não, já vi receitas em que as bolinhas eram banhadas na manteiga e depois no mix de açúcar e canela.

  7. Tem manteiga e canela foi excelente, uhauhauhauhau.

    Uma vez eu fi uma façanha, uma cozinheira conseguiu uma receita com leite condensado ficar ruim.

    1. Se alguma coisa tem manteiga a premissa já é boa, vamos combinar, né?

  8. Oi Vitor Hugo, este pão em casa é chamado de Bolo construção, e se vc achou esta versão calórica é porque não conhece a da minha mãe….rsrs, ela recheia cada bolinha com goiabada em pedaços ou com leite condensado cozido, fica uma perdição…kk.
    Vou ver se consigo com ela a receita e te mando.

    Bjs
    Elaine

«

»