Molho de Pimenta Chipotle Morita

Um tempinho atrás ganhei de presente um pacote de chipotle morita (obrigado, miss A! ;) e estava esperando um boa oportunidade para colocar em uso. Acabei preparando para meus alunos numa aula de cozinha mexicana, melhor momento impossível.

Molho de Pimenta Chipotle Morita

Chipotle morita é uma de uma infinidade de tipos de pimentas existentes. Dentro da cultura mexicana as pimentas mudam de nome de acordo como são apresentadas. Frescas tem um nome, secas outro, defumadas também e por causa do tamanho também.

Por exemplo, a chipotle morita é uma jalapeño vermelha seca e defumada. O morita é por causa do tamanho.

Claro que há a picância inerente (5.000-8.000 SHU), mas como foi seca e defumada ficou um pouco suave. Porém, o mais importante não mata o defumado. Na realidade a primeira nota de sabor é o defumado em si, depois segue a picância.

Combina muito bem com pratos em geral mexicanos, mas fica especialmente ótimo com carnes por causa da defumação. Carne Asada dentro da tortilla e a salsa é coisalinda.

A receita original desta salsa pedida tomatillo (Physalis philadelphica), irmão da physallis. Mas como não ia achar o fruto nas bandas de cá, adaptei usando tomate verde. No caso, é mais usado como um veículo para o sabor da pimenta, então sem grandes problemas.

Molho de Pimenta Chipotle Morita

Molho de Pimenta Chipotle Morita

Pré-preparo: 30 minutos
Tempo de preparo: 10 minutos
Total: 40 minutos
Rende: 300 g
Autor: Vitor Hugo

Ingredientes

  • 300 g tomate verde
  • 2 unidades pimenta chipotle morita
  • Água (fervente)
  • sal refinado
Recomendo sempre usar as quantidades nas unidades de medidas em peso e volume quando presentes. As quantidades em xícaras/colheres são apenas uma cortesia do sistema e menos precisas.
1 xícara: 250mL | 1 colher de sopa: 15mL

Modo de Preparo

  • Numa frigideira em fogo médio-alto tostar as pimentas até liberarem aroma (~2-3 minutos), transferir para uma tigela.
  • Cubra as pimentas com água fervente e deixe descansar por 30 minutos.
  • De volta a frigideira, tostar os tomates até ficarem com pontos chamuscados-queimados.
  • Junte os tomates tostados e as pimentas hidratadas (apenas as pimenta) no liquidificador. Bater até ficar muito homogêneo, cerca de 4 minutos em velocidade alta.
  • Acerte o sal, se desejar.

Dicas

  • Conservação: guardar na geladeira e usar em até 3 dias.
Vem me acompanhar!Confira mais novidades no meu Instagram @PratoFundo!
Artigo por: Oi, Eu sou o Vitor Hugo!

Farmacêutico, Produtor Gastronômico e Comunicador de Ciência de Alimento. Uma combinação diferente, né? Vem saber mais…

Fez ou tem uma dúvida sobre a receita? Comente!

Por causa das mudanças de privacidade feitas na Comunidade Europeia, o seu comentário não irá aparecer imediatamente, caso a opção de salvar os dados não for marcada.

Seu email não será publicado. *Campos obrigatórios.

Avalie a receita:




3 Comentários (Deixe o seu!)
  1. Todos amamos aqui em casa, já vou fazer para repetir e duplicar a receitA. Além de deliciosa, outro diferencial é não usar a tal fumaça líquida de outras receitas da internet, seu defumado é natural. Parabéns!

  2. Bate a água junto? Ou só a pimenta e o tomate?

    1. Apenas a pimenta e o tomate, a água de hidratação não vai junto!