Graham Crackers (Bolacha Graham)

Para quem já caminhou pelo reino da confeitaria americana já se deparou com os famosos e quase míticos Graham Crackers. Usados como base de tortas, crocantes e principalmente em cheesecake.

Graham Crackers (Bolacha Graham)

Digo que são quase unicórnios, pois não é comum a gente encontrar no país. Creio que vi apenas uma vez e, claro, importado com aquele preço nada amigo para variar.

E quando procura por uma receita caseira, existem várias versões. Desde as mais tradicionais, digo, próximas da criada pelo reverendo que tinha umas ideias bem… diferentes e não muito simpáticas.

Graham Crackers (Bolacha Graham)

Enquanto outras pedem pela farinha Graham que é uma mistura de farinhas (as partes do grão de trigo são moídas separadamente e depois reunidas), já outras não. Durante a busca por uma versão coerente (leia-se: ter os ingredientes em casa) encontrei uma que parecia bem simples.

Pede dois tipos de farinha de trigo: a branca e integral. Para adoçar era mel e light brown sugar (que não temos um equivalente direto no país). E claro, adapta daqui e dali. Particularmente, gostei bastante do resultado. Fica uma bolacha/cookie crocante, não muito doce e com um toque de canela. Mas como eu nunca provei a verdadeira não sei dizer se o sabor é igual.

Se você já comeu a versão gringa e fizer esta, me conte se são parecidas!

Graham Crackers (Bolacha Graham)

Graham Crackers: Bolacha Graham

Pré-preparo: 20 minutos
Tempo de preparo: 15 minutos
Total: 35 minutos
Rende: 36 unidades, 6x6cm
Autor: Vitor Hugo

Ingredientes

  • 100 g melado de cana (ou mel suave)
  • 70 mL leite integral
  • 25 mL extrato de baunilha (ou 10mL essência)
  • 300 g farinha de trigo
  • 70 g farinha de trigo integral
  • 170 g açúcar mascavo
  • 6 g bicarbonato de sódio (cerca 1 c. chá)
  • 4 g sal refinado
  • 100 g manteiga sem sal (gelada; em cubos)
  • 40 g açúcar cristal (para salpicar)
  • Canela em pó (para salpicar)
Recomendo sempre usar as quantidades nas unidades de medidas em peso e volume quando presentes. As quantidades em xícaras/colheres são apenas uma cortesia do sistema e menos precisas.
1 xícara: 250mL | 1 colher de sopa: 15mL

Modo de Preparo

  • Numa tigela misture melado, leite e baunilha, reservar.
  • Na tigela da batedeira misture as farinhas de trigo e integral, açúcar mascavo, bicarbonato de sódio e sal. Pulsar com o batedora raquete para misturar.
  • Acrescentar a manteiga e continuar pulsando até obter uma farofa pedaçuda.
  • Junte a mistura dos líquidos e continue batendo apenas para a massa ficar uniforme, é rápido. A massa fica muito mole.
  • Junte toda a massa e coloque num saco ou filme plástico. Deixar repousar por 2 horas (mínimo) na geladeira, ideal de um dia para o outro.
  • Aquecer o forno a 180ºC, forrar assadeira com papel manteiga.
  • Dividir a massa em três partes, trabalhar com uma parte de cada vez. As outras devem ficar na geladeira.
  • Sobre uma superfície limpa e enfarinahda abrir a massa com ~0,5cm espessura. Cortar quadrados de 6x6cm e transferir para a assadeira preparada, deixar um espaço de 0,5cm entre eles. A massa é bem mole mesmo e pegajosa, os retalhos podem ser unidos e reabertos.
  • Levar a assadeira para o congelador por 10 minutos antes de assar. Misture o açúcar cristal com canela em pó
  • Se quiser decorar, faça buracos com um palito de churrasco. Salpique a mistura de açúcar e canela sobre eles.
  • Assar a 180ºC por cerca de 15-18 minutos, ao toque estarão mais firmes.
  • Tire do forno e deixar esfriar 5 minutos antes de transferir para uma grade.

Vem me acompanhar!Confira mais novidades no meu Instagram @PratoFundo!

Apoie o PratoFundo!

Gostou da receita? Você pode ajudar a deixar ainda melhor, saiba como APOIAR O PRATOFUNDO!

Graham Crackers (Bolacha Graham)
Você lendo o PratoFundo: site totalmente independente sobre comida possível com receitas para o dia a dia, ocasiões especiais, e associado a Ciência de Alimentos. Gostou do nosso conteúdo? Você pode ajudar, APOIE O PRATOFUNDO!
Artigo por: Oi, Eu sou o Vitor Hugo!

Farmacêutico, Produtor Gastronômico e Comunicador de Ciência de Alimento. Uma combinação diferente, né? Vem saber mais…

Deixe um comentário

Por causa das mudanças de privacidade feitas na Comunidade Europeia, o seu comentário não irá aparecer imediatamente, caso a opção de salvar os dados não for marcada.

Seu email não será publicado. *Campos obrigatórios.

Avalie a receita:




9 Comentários (Deixe o seu!)
  1. Fico feliz de ter encontrado essa versão da receita, estou animado para fazê-la. O light brown sugar não seria o açúcar mascavo de cor mais clara? Um abraço

    1. Light ou dark brown sugar são tipos de açúcares diferentes do mascavo no teor de melado residual, umidade e tamanho do cristal. Eles estão mais para um demerara do que mascavo, tanto é que mascavo na gringa é muscovado sugar.

  2. Parece bem boa de fazer e de comer, vou testar!! :D

    1. A propósito, vc testou fazer alguma receita com ela? Tipo um cheesecake..

      1. Já sim, funcionou bem! :)

  3. oi posso trocar a farinha de trigo integral por farinha de aveia ?

    1. Poder, você até pode. Mas vai ser outra receita e pode não dar certo. Afinal, são ingredientes diferentes, né? :) Como não terá mais o glúten do trigo, a textura vai ficar diferente.

  4. Olá, certa vez vi uma receita e fiquei com uma baita vontade de fazer também, mas devido as medidas não foi possível realizar. Foi ai que comentei se poderia enviar as reservas com mexidas de xícaras e colheres, mas me respondeu que não devido a imprecisão. Só que mais uma vez li essa receita de biscoito Graham Crackers maravilhosa observei que na medida do bicarbonato entre parênteses informou a medida em colher… Então Vitor Hugo…Foi exatamente isso que tinha te pedido, logo me vem novamente a possível solicitação: Será que não será possível informar ao lado para essa receita apenas essa as informações de medidas de cozinha? Desde já obrigada!

    1. Não quero parecer chato, mas a primeira resposta ainda é válida. Medidas em volume (xícara/colheres) para confeitaria/panificação não possuem a mesma precisão que a balança. Além do modo de pesar e medir interferem também, sem falar no tipo de xícara que não é padronizado, elas podem variar de 125 a 250mL. E aumentaria minha lista de trabalho, logo, mais tempo seria necessário por receita (medir por volume é mais demorado). Espero que compreende meu lado aqui também! :)