Quindim Tradicional é Fácil e Super Delicioso

[Video: Quindim Tradicional]

Quindim. Um dos doces mais tradicionais da confeitaria brasileira. Sim, sim: brasileiro.

Claro, com as influências portuguesas e africanas. Mas vamos ser taxativos e dizer que é um doce nacional. O importante dessa mistura de culturas é que o quindim é delicioso.

Se eu pudesse comeria todo dia. Tudo bem. Todo dia não, mas com uma frequência maior. Mas como você e eu sabemos, é feito com uma quantidade questionável de gemas e açúcar. Logo, é um doce para de vez em quando.

É mais fácil de fazer do que a gente pensa, poucos ingredientes e com um resultado incrível.

Agora, vou entrar naquele campo delicado: peneirar ou não as gemas.

Eu não peneiro. E ponto.

Para não me alongar muito: o que dá sabor e aroma para a gema não está apenas na película vitelina (membrana da gema), está dentro também. E o conceito de sabor é diferente de gosto. Sabor envolve muito mais olfato do que paladar.

Como uma amiga portuguesa diz: é feito de ovos, vai ter sabor de ovos. Peneirando ou não.

Se você quiser peneirar, peneire. As gemas são suas e você faz o que desejar, não é mesmo? :)

Quindim Tradicional por PratoFundo.com

Quindim Tradicional

  • Pré-preparo: 35 minutos
  • Tempo de cozimento: 40 minutos
  • Rendimento: 9 unidades
INGREDIENTES
  • 100 g coco ralado seco sem açúcar
  • 200 g água fervente
  • 240 g açúcar cristal (ou refinado)
  • 150 g água
  • 20 g manteiga sem sal
  • 200 g gemas (aproximadamente ~12 gemas)
  • 05 mL extrato de baunilha (ou 01-2mL essência)
  • Manteiga sem sal (para untar)
  • Açúcar refinado ( para polvilhar; este precisa ser refinado)
MODO DE PREPARO
  1. Misturar o coco ralado com água fervente. Cobrir e esperar 20 minutos.
  2. Numa panela misturar açúcar e água, levar ao fogo médio. Cozinhar por 10 minutos para formar uma calda em ponto de fio, mas rala. Adicionar a manteiga quando chegar no ponto. Deixar ficar morno-frio.
  3. Com a calda um pouco mais fria, misturar o coco hidratado e mexer bem.
  4. Se ainda estiver quente, esperar para juntar as gemas. Caso esteja, as gemas irão cozinhar na calda e isto não deve acontecer.
  5. Aquecer o forno em 180ºC e ferver água para o banho-maria. Untar com manteiga e polvilhar a fôrma desejada. Utilizei uma fôrma de metal de cupcake normal que tem capacidade de 125mL.
  6. Depois de colocar as gemas, misturar bem. Esperar 20 minutos.
  7. Divida a mistura na fôrma desejada. Coloquei ~95g em cada cavidade da fôrma de cupcake. Então, coloque dentro de outra fôrma para fazer o banho-maria.
  8. Levar ao forno e adicione a água já quente.
  9. Assar a 180ºC por cerca de 30-35 minutos. O tempo irá variar de acordo com o tamanho do quindim. Faça o teste do palito.
  10. Tire do forno, deve ficar morno para desenformar. Não deixe esfriar totalmente, fica mais difícil.
  11. Levar para geladeira para esfriar completamente.
Observações
  • Gemas 1: pode ser usado gemas frescas ou pasteurizadas. Se usar pasteurizada, pode usar um pouco mais. Ao invés de 200g, use 215g.
  • Gemas 2: recomendo que faça por peso/massa e não por unidade. Dependendo da variedade do ovo, ele pode ser maior ou menor e irá interferir na quantidade, e consequentemente, na textura do quindim. E não, não precisa peneirar as gemas. Peneirar ou não, vai ficar com sabor de ovo, afinal, é feito a base de gemas.
  • Gemas 3: se você quiser peneirar, preste atenção que irá compensar a perda de gema que fica na peneira.
  • Açúcar refinado: para polvilhar as fôrmas, tem que ser refinado mesmo. Testei com cristal e não gostei muito do aspecto final. Refinado ficou mais bonito.
  • Coco: esta receita é feita para usar coco seco mesmo, não creio que funcionaria com o fresco.
  • Pontinhos: as pintinhas não são das gemas, é baunilha mesmo! :D
  • Adaptado: União
Você fez a receita? Marca a gente @PratoFundo ou tag #PratoFundo!
Quindim Tradicional por PratoFundo.com Quindim Tradicional por PratoFundo.com

Deixe um comentário

Por causa das mudanças de privacidade feitas na Comunidade Europeia, o seu comentário não irá aparecer imediatamente, caso a opção de salvar os dados não for marcada.

Seu email não será publicado. *Campos obrigatórios.

4 Comentários (Deixe o seu!)
  1. Gostei da receita e vou testar ainda hoje. O comentário sobre peneirar (ou nao) as gemas foi perfeito e os passos no preparo do quindim me parecem mais que corretos e próximos da técnica usada ha séculos neste doce tradicional BRASILEIRO, o quindim português nunca viu coco ralado na vida e nunca foi apresentado ao lente condensado, outro killer da cultura culinária brasileira.
    obrigado pela receita !

  2. Deliciosa receita. Fiz à risca e não me decepcionei…
    Não peneiro as gemas nunca, a baunilha tá aí pra disfarçar o gosto de gema, não é?!
    E obrigada pela dica do açúcar, quando fazia com o cristal nunca gostava do resultado, mas não sabia que era o tipo de açúcar que interferia tanto. :)’

  3. Experimente o coco fresco, farah toda diferenca! E nao precisa ser acucar refinado para polvilhar a forma, o cristal ficarah incrivel: espelhado de tanto brilho! ;)

    1. Como eu disse nas observações, o teste com o cristal foi feito e o resultado não foi satisfatório. Porém, cada um livre para fazer o que quiser, não é mesmo? :)

«

»