Alfajor de Doce de Leite de Cabra (Cajeta)

Alfajor é doce bem típico argentino, mas é possível encontrar em praticamente toda América Latina, cada país terá a sua receita tradicional. É uma delícia e mais fácil de fazer do que você imagina.

Alfajor de Doce de Leite de Cabra (Cajeta)

Um dos docinhos mais comuns na América do Sul: alfajor! Tudo bem que no Brasil não ficou tão difundido quanto nos nossos países vizinhos, mas ainda sim faz parte da culinária da região.

Iguala o nosso brigadeiro, existem diversas maneiras e receitas de alfajores: cada lugar terá o seu jeito de fazer. Seja trocando a farinha por amido, misturando as duas, mudando o recheio, banhando com chocolate ou algum glacê.

Gosto bastante da versão que sugiro: é sequinha, a textura é boa, tem o amanteigado de fundo. E vai casar muito bem o recheio que, geralmente, é doce de leite. Neste caso, usei a Cajeta (doce de leite de cabra), mas pode ser qual desejar.

ALFAJOR com Doce de Leite de Cabra (CAJETA) | PratoFundo

Gif para se inscrever no canal do PratoFundo no Youtube

Alfajor com Doce de Leite de Cabra (Cajeta)

Pré-preparo: 20 min
Tempo de cozimento: 10 min
Total: 30 min
Rend.: 12 unidades
Autor: Vitor Hugo

Ingredientes

  • 45 g manteiga sem sal (temperatura ambiente, 25-30ºC)
  • 35 g açúcar refinado
  • 1/2 ovo
  • 10 g mel
  • 100 g farinha de trigo
  • 01 g fermento químico em pó (menos que 1/4 c.chá)
  • 01 g sal refinado (menos que 1/4 c.chá)
  • 01 receita de Cajeta (doce de leite de cabra) (ou doce de leite tradicional cremoso (entre 150-200g))
  • 50 g coco seco ralado (opcional, decoração)

Modo de Preparo

  • Para medir o meio ovo: quebrar o ovo num recipiente a parte, com um garfo misturar a clara e gema até ficar bem homogêneo. Pesar a mistura total, então, pesar a metade. Ou separar em duas partes no olhometro, mas recomendo que use balança.
  • Numa tigela misture manteiga, açúcar refinado, ovo e mel. Misturar bem para virar um creme uniforme.
  • Acrescentar a farinha de trigo, fermento químico em pó e sal. Misture bem apenas para incorporar a farinha. A massa é cremosa/macia.
  • Transferir sobre plástico filme ou saquinho, levar na geladeira por 45-60 minutos ou até que esteja firme. Caso o dia esteja quente, pode ser necessário mais tempo. A massa deve estar firme ao toque.
  • Aquecer o forno em 180ºC. Forrar uma assadeira com papel manteiga. Reserve.
  • Abrir a massa sobre uma superfície limpa, polvilhando farinha para não grudar. Recomendo abrir sobre um tapete de silicone ou papel manteiga. A espessura da massa deve ser entre 0,3-0,4cm, no máximo 0,5cm. Cortar discos de 5cm (diâmetro). Caso a massa volte a fica macia novamente, leve na geladeira ou congelador para firmar. Repita o processo até acabar a massa.
  • Dispor os discos de massa sobre a assadeira preparada, deixando espaço entre eles.
  • Assar a 180ºC por cerca de 8-10 minutos, ficam pálidos mesmo. O dourado é bem leve. Retirar do forno e transferir para uma grade para esfriarem completamente.
  • Rechear um disco com uma quantidade boa de doce de leite e fechar com outro disco de bolacha, pressionar levemente.
  • Se desejar, passar no coco ralado as laterais.

Você fez a receita? Me marca @PratoFundo ou deixe um comentário & avaliação!
Alfajor de Doce de Leite de Cabra (Cajeta)

Oi, Eu sou o Vitor Hugo!

Cientista e Cozinheiro que juntou duas paixões Ciência e Comida: a melhor combinação que existe! Diferente, né? Vem saber mais…

Deixe um comentário

Por causa das mudanças de privacidade feitas na Comunidade Europeia, o seu comentário não irá aparecer imediatamente, caso a opção de salvar os dados não for marcada.

Seu email não será publicado. *Campos obrigatórios.