5 Itens Básicos para a sua Cozinha

Por em

[Video: 5 Itens Básicos para a sua Cozinha]

Apresento dicas pontuais para você não gastar dinheiro e investir melhor na hora de montar o seu kit de cozinha que seja funcional. Nesses 10 anos de PratoFundo a gente aprendeu da maneira difícil que não é necessário comprar tudo.

Sim, eu sei que vem aquela vontade de levar a loja inteira, mas o ideal é sempre pensar bem se tal equipamento é realmente necessário para a sua realidade de cozinha.

Fiz um Top 5 com os itens que eu acredito sejam super básicos e de certa maneira essenciais para começar!

Uma Faca Boa

Conjunto de Facas por PratoFundo.com

Foto: Amazon.com

Você realmente só precisa de uma faca realmente boa. Ou que seja pelo menos eficiente. E quando eu falo uma, é uma no numeral mesmo. Apenas uma.

Existem vários tipos e modelos, então, é preciso buscar aquela que você se sente melhor ao usar. Por exemplo, eu gosto de facas mais pesadas. Para mim, transmite uma sensação de maior equilíbrio e estabilidade ao cortar.

O tamanho da lâmina é dado em polegadas (inches em inglês) e para as facas multi-usos ficam entre 6, 8 e 10 polegadas. A típica faca do chef é encontrada nesses tamanhos e é, justamente, esta que eu sugiro. A minha é de 8, já usei a de 6 (achei muito pequena) e 10 (achei muito grande).

Sim, eu sei que você acha legal o cutelo. Mas ele tem um uso bem específico, a menos que você irá destrinchar pedaços grandes de carne com ossos ou vegetais muito duros, não irá acrescentar muito na sua cozinha.

A medida que você ganhar prática na cozinha e achar necessário poderá investir em facas mais específicas, mas no começo, uma só será o suficiente.

Tábua para Corte

Tábuas de Corte específicas por PratoFundo.com

Color Tabua da Tok&Stok | Divulgação

Parece besteira, mas é um item muitas vezes esquecido. Quando foi a última vez que você trocou ou higienizou de verdade a sua tábua, hein?

Tenha pelo menos uma tábua boa, se puder investir um pouco mais: duas tábuas boas. Uma para carnes em geral e a outra para hortifrutis. Existem de diversos tipos e material, particularmente, prefiro as de plástico-polímero (polietileno, polipropileno) por terem um manutenção mais fácil.

As de madeira em cozinha profissional não podem ser usadas. Eu sei que a tecnologia na produção evoluiu, tem as de bambu também. Mas não fazem o meu tipo. E as de vidro, não gosto por eu sempre achar que vão trincar e/ou lascar. Apenas o som da faca raspando no vidro me causa aflição.

Num mundo perfeito e ideal (ou dentro de cozinhas profissionais) é uma tábua separada para cada grupo de alimentos: carne vermelha, carne branca, frutos do mar, vegetais e uma neutra para forneáveis.

Se o seu foco por confeitaria e panificação, sugiro bastante que tenha uma tábua própria só para estas receitas. Imagina se o seu chocolate fica com sabor de alho e cebola? Melhor não.

Espátulas

Espátulas Diversas po PratoFundo.com

Foto: Amazon.com

Quanto mais, melhor! Ok, brincadeiras a parte: pelo menos duas.

Particularmente, eu tenho várias, pois eu eventualmente acabo quebrando todas as minhas espátulas. Por isso eu desisti de comprar as que tem grife/marca com preços mais altos. Sim, até essas eu consigo quebrar. Como meu uso é mais intenso que uma cozinha normal, isso acaba acontecendo.

Prefiro as espátulas de silicone/nylon com cabo mais ergonômico e inteiriço. Já usei aquelas feitas de metal e vazadas, depois de um tempo a sua mão não ficará tão feliz se tiver que mexer um creme mais grosso, por exemplo.

E mesmo as que são de metal sólidas é preciso verificar se as bordas são arredondadas para também não machucar as mãos. São detalhes pequenos, mas com um uso constante podem ser tornar um problema.

Fôrmas e Assadeiras Básicas

Fôrmas e Assadeiras Básicas por PratoFundo.com

Este item é um pouco mais subjetivo: vai depender do que você gosta de cozinhar e a sua rotina na cozinha. Mas eu acredito que essas fôrmas mais básicas e genéricas ajudam bastante.

Tanto seja a função delas, ser usadas para assar alimentos, quanto como suporte em geral na cozinha. Elas podem servir de recipiente para descongelar uma carne, transportar mantimentos e assim vai.

O tipo e qual comprar, como disse, vai depender da sua alimentação. Por exemplo, se você não gosta de pudim, não tem costume de fazer… para quê ter uma fôrma de pudim se não for usar, não é mesmo?

Balança de Cozinha

Balança de Precisão de Cozinha por PratoFundo.com

Foto: Amazon.com

Por último, mas não menos importante! Particularmente, seria o primeiro item da lista! Se você for focado em confeitaria e panificação ela é imprescindível: a nossa amiga balança.

No fluxo de produção da receita, agiliza bastante só o fato de não ter que ficar medindo em xícaras e colheres. Só pesando e pronto: mais rápido e menos louça no final.

Eu sei que todo mundo cresceu fazendo receitas em xícaras, copos e colheres, e de certa maneira, funcionaram. Porém, eu chamo esses pratos de receitas robustas: conseguem absorver os erros inerentes de medida e ainda sim darem bons resultados. E boa parte trabalham na proporção, acabam se compensando.

Entretanto, a situação muda para as receitas mais modernas e/ou feitas pelos chefs que gostam de inventar em que o equilíbrio dos ingredientes é muito importante. Medir farinha a mais é o caminho para um bolo mais seco. Ou medir açúcar a menos impacta o gosto doce, na estrutura e na umidade.

Para quem pensa em vender ou já faz isso, saber as quantidades exatas é a única maneira de realmente saber o custo da receita e da porção. O quanto realmente é necessário em dinheiro para faze-la. E assim conseguir fazer o preço de maneira correta. Este é um ponto para se pensar.

Por exemplo, aqui no PratoFundo: eu creio que todas as receitas depois do segundo ano estão por peso, e nos últimos tempos tenho reformulado as que não estavam. Como eu costumo falar quando me pedem receitas em xícaras ou colheres: é quem 100g de farinha é 100g de farinha em qualquer lugar. O mesmo não acontece com xícara, não há um medida padrão. Elas variam de 125 até 250mL.

Para cozinha quente é uma aliada, mas concordo que não é tão importante quanto na confeitaria e panificação. Quando digo cozinha quente são os pratos normais: carne grelhada, um frango, molhos em geral, risoto e afins. Ela é mais maleável quanto as quantidades, digamos assim.

É isso!

Estes são os itens mais básicos que eu acredito que sejam bem importantes numa cozinha, claro que existem uma infinidade de opções. E bate aquela tentação de querer comprar tudo. Pesquise, analise bem e veja se realmente é necessário para a sua cozinha!

Este post não é patrocinado, mas possui links de Programas de Afiliados que gera comissão para o site.

Compre pelos links abaixo. O valor não muda e você ajuda o PratoFundo:
SubmarinoWalmartShoptimeExtraAmericanasPontoFrioSaraivaLivraria CulturaFnacSephora

Confira outras ofertas e promoções na XEPA!

Vamos comentar? :D

«

»