Cheesecake Japonês Super Fofinho: Jiggly Japanese Cotton Cheesecake

Jiggly Japanese Cotton Cheesecake, o cheesecake japonês que tomou conta da internet! Mas faltava fazer em cada e vez se as receitas dinsponíveis realmente funcionavam!

Cheesecake Japonês Super Fofinho: Jiggly Japanese Cotton Cheesecake

Para quem não conhece, este cheesecake japonês ficou famoso por ser bem fofoinh e jiggly. Se mexer como fosse gelatinha de tão macio que é. Apesar do nome, não é um cheesecake como estamos acostumados.

O nome dessa vez é literalmente o significado de cheese-cake: é um bolo de queijo. Tudo bem que não tem sabor de queijo, no caso, cream cheese. Mas está mais para um bolo do que a cheesecake americana.

A receita flerta bastante com uma outra receita que ficou famosa por conta da confeitaria japonesa: Chiffon Cake. O bolo super alto e mega fofinho também.

Quando se compara as duas receitas, elas possuem pontos bem semelhantes: a grande quantidade de ovos e uma base de gordura. Além é claro, da textura super aearada. Para quem nunca comeu nenhum dos dois, a melhor descrição seria: pensa em um pão de ló mais macio da vida e que não era seco, seria nessa vertente.

As diferenças é que este cheesecake é mais úmido perto do Chiffon, pelo menos para mim. É possível perceber uma diferença na textura do miolo também. Não que seja ruim, é apenas uma observação.

[Video: Cheesecake Japonês Super Fofinho]

A receita que publico é a versão que deu certo para mim na segunda tentativa (assista o vídeo para entender). Existem diversas receitas do preparo na internet, algumas eu tenho certeza que estão erradas. Dito isso, eu fiz essa receita apenas uma vez, então, pode ser que dê certo ou não.

Cheesecake Japonês Super Fofinho: Jiggly Japanese Cotton Cheesecake

Cheesecake Japonês Super Fofinho: Jiggly Japanese Cotton Cheesecake

Pré-preparo: 25 min
Tempo de cozimento: 2 h
Total: 2 h 25 min
Rend.: 10 pedaços
Autor: Vitor Hugo

Ingredientes

  • 200 g cream cheese
  • 100 g manteiga sem sal
  • 130 g leite (desnatado ou integral)
  • 08 gemas (pode ser gelada ou não)
  • 150 g farinha de trigo
  • 40 g amido de milho
  • 15 mL extrato de baunilha (ou 2-5mL essência)
  • 12 claras (pode ser gelada ou não)
  • 1 g cremor de tártaro (1/4 colher chá)
  • 260 g açúcar refinado

Modo de Preparo

  • Aqueça o forno em 160°C, prepare uma fôrma redonda de 22cm forrada com papel manteiga no fundo e nas laterais, e untada com óleo. Cubra a fôrma com papel alumínio por fora. Reserve.
  • Ferva cerca de 2 litros de água, reserve.
  • Em uma panela em fogo médio junte cream cheese, manteiga e leite. Misture bem até ficar uniforme, cerca de 5 minutos. Deixe esfriar por 10 minutos.
  • Adicione gemas e baunilha na mistura de cream cheese, e misture bem. Se a mistura de cream cheese estiver muito quente, espere esfriar antes de colocar as gemas.
  • Acrescente farinha, amido e misture até ficar uniforme. Reserve.
  • Na tigela da batedeira junte claras, cremor, açúcar e comece a bater em velocidade baixa com o batedor de arame.
  • Aumente a velocidade para média.
  • Bata até ficar em ponto de picos firmes, cerca de 5-6 minutos.
  • Coloque 1/3 do merengue sobre o creme de gemas e misture bem.
  • Transfira o creme de gemas sobre o restante das claras e mexa delicadamente para incorporar.
  • Coloque a massa na fôrma redonda preparada e nivele bem.
  • Transfira a fôrma redonda para uma assadeira maior.
  • Coloque as fôrmas no forno, então, adicione a água fervente na assadeira externa para fazer um banho-maria.
  • Asse por 25 minutos a 160°C, depois abaixe para 145°C e continua a assar por mais 2h25 minutos. Nos 25 minutos finais aumentei a temperatura para 160°C novamente. Algumas receitas assam por menos tempo, mas como era um bolo muito grande e no teste do palito ainda indicava massa crua, acrescentei estes 25 minutos finais.
  • Retire o cheesecake do forno e do banho-maria. Deixe esfriar por 10 minutos antes de desenformar.

Você fez a receita? Me marca @PratoFundo ou deixe um comentário & avaliação!

Oi, Eu sou o Vitor Hugo!

Cientista e Cozinheiro que juntou duas paixões Ciência e Comida: a melhor combinação que existe! Diferente, né? Vem saber mais…

Deixe um comentário

Por causa das mudanças de privacidade feitas na Comunidade Europeia, o seu comentário não irá aparecer imediatamente, caso a opção de salvar os dados não for marcada.

Seu email não será publicado. *Campos obrigatórios.