Como se faz Anko: Pasta de Feijão Azuki

Por em

[Receita: Anko – Pasta de Feijão Azuki]

Sabe quando você fica com vontade de comer um troço, mas não sabe direito o quê. Vai e volta na geladeira umas 100 vezes esperando que numa dessas idas, alguma coisa mágica apareça.

Então, do nada veio a necessidade de fazer e comer Anko: pasta de feijão azuki! Sim, meuzamigos e minhazmigas… não saia daí! Não vá embora, bear with me!

Não é tão comum no ocidente a ideia de feijão doce, é, eu sei! Mas em algumas dessas aventuras na confeitaria asiática você se deparou com um docinho que parecia ser recheado com chocolate e ao morder levou um susto (opa!) com o recheio, pode ter certeza que era anko.

Eu sou suspeito para falar, afinal, cresci comendo o doce. Então, é uma preferência adquirida, diria. Quem sabe não acaba gostando, não é mesmo? E você que é simpatizante ou descende de asiáticos, vamos fazer!

Como se faz Anko: Pasta de Feijão Azuki

Anko: Pasta de Feijão Azuki

  • Pré-preparo: ~15 minutos
  • Tempo de cozimento: ~25 minutos
  • Rendimento: ~650g

Ingredientes

  • 250g feijão azuki já escolhido
  • 500mL água (I)
  • 1L água (II)
  • 200g açúcar cristal

Modo

  1. Lavar o feijão já escolhido duas vezes para remover sujeiras.
  2. Numa panela misturar o feijão limpo e água I. Leva ao fogo médio e ferver por 10 minutos.
  3. Drenar o feijão, a água pode ser descartada.
  4. Na panela de pressão junte o feijão aferventado e água II, fechar a panela. Levar ao fogo alto até começar a chiar, então, diminuir o fogo. Cozinhar por 20-25 minutos. Esta etapa fiz na panela de pressão elétrica da mesma maneira.
  5. Após o tempo de cozimento, remover a pressão com cuidado. É bem quente! Verificar se os feijões estão bem cozidos: quando apertar o grão com os dedos, ele deve desmanchar com facilidade.
  6. Drenar os feijões cozidos, reserve a água do cozimento.
  7. O aspecto final do anko pode ser grumoso-rústico (Tsubushian) ou fino-cremoso (Koshian). Desta vez, fiz o estilo koshian.
  8. Koshian: passar os feijões por uma peneira fina para reter as cascas. Irá sobrar uma massa de cascas com feijão, junte tudo e acrescente parte da água do cozimento reservada (~50mL). Misture bem e passe novamente pela peneira, ainda assim irá sobrar cascas, é normal. A pasta final deve ser livre de grumos.
  9. Para o estilo Tsubushian não precisa passar pela peneira, só continua a partir do item abaixo.
  10. Volte a massa de feijão (ou só os feijões cozidos) numa panela e coloque o açúcar. Cozinhar em fogo baixo por cerca de ~15-20 minutos para evaporar parte da água e dissolver o açúcar na massa. Para Tsubushian, vá amassando os feijões enquanto mistura.
  11. Transfira para um recipiente e deixar esfriar antes de usar.

Observação
Cozimento: pode ser feito em panela normal também, porém irá demorar cerca 1h a 1h30m dependendo do feijão. E precisa de tempos em tempos repor a água do cozimento que evapora durante o processo.
Açúcar: a quantidade pode ser reduzida, se desejar, entre 150-200g é uma faixa boa. Acima de 200g ficará muito doce.
Koshian: algumas receitas sugerem passar no processador os feijões, a textura pode ficar cremosa, mas as cascas não foram removidas.

Anko: Pasta de Feijão Azuki ANKO: Pasta de Feijão Azuki por PratoFundo.com
Inscreva-se no canal do PratoFundo

Compartilhe!

Compre pelos links abaixo. O valor não muda e você ajuda o PratoFundo:
SubmarinoWalmartShoptimeExtraAmericanasPontoFrioSaraivaLivraria CulturaFnacSephora

Confira outras ofertas e promoções na XEPA!

Vamos comentar? :D

7 Comentários (Deixe o seu!)
  1. Sem Avatar Vanessa Hasegawa:

    Também prefiro Koshian. Amei, perfeito!

  2. Sem Avatar Celina:

    Muito obrigada pela receita! Cresci vendo a minha mãe fazer anko, só que com feijão carioca no lugar do azuki, mais caro e mais difícil de encontrar no interior, mas não me interessei em aprender. Já adulta, tenho um filho que adora comer anko, mas a batiam não está mais presente fisicamente e não tinha pra quem perguntar como se faz…

  3. Olá conheci seu blog por um link da Marina Smith do 2Beauty, e já ví que vou passar horas , muitas coisas interessantes, parabéns, é muito bem feito! Fui criada em São Paulo (porém moro no Canadá desde 1992) e minha vizinha era uma japonesa que foi minha segunda mãe (infelizmente ela faleceu no início desse ano :( ), que querida, e uma das coisas deliciosas que lembro que ela fazia era um pãozinho doce recheado com essa pasta de feijão Azuki, você saberia se é tradicional essa combinação de pão doce com esse recheio?

    1. Opa, fico feliz em saber! :D
      Na teoria sim. É bem comum essa pasta servir de recheios de várias preparações. Os pãezinhos são um pouco diferente do que a gente (ocidente) pensa como pão, mas pode ser usado sim.

  4. Assista ao filme O sabor da vida, é o que te peço!!! Ainda não provei anko que gostasse, mas o filme me deixou obcecada com a ideia!!!

    1. Me falaram deste filme, mas não achei ainda! Bom, se já provou vários ankos e não gostou… é porque não gosta de anko, heheheheh

      1. Me expressei mal, pois provei umas duas vezes só. Em BH não tem muita coisa japoneusa, sabe?!! Mas, de qualquer forma, no filme, o cara faz as dorayakis com uma pasta industrializada e não é grandes coisas, até que uma velhinha passa a trabalhar com ele e a fazer a pasta do modo tradicional, trabalhoso e demorado. Aí sim!!! Meu pai baixou num site nacional de torrents, só num sei qual! Beijo!

Trackbacks/Pingbacks

  1. Ichigo Daifuku: Mochi com Anko e Morango | PratoFundo

    […] 150g anko (pasta de feijão azuki) […]

«

»