Como se faz: Pão Decorativo de Massa Viva

Motivado por uma atividade realizei uma pesquisa sobre pão decorado/artístico, sabe? Aqueles pães em formatos diferentes, por vezes imitando formas não comuns para o velho pão do dia a dia. Até que cheguei no Pão Decorativo com Massa Viva.

Pão decorativo com farinha polvilhado por cima em formato de flores

Durante a busca de informação descobrir detalhes bem interessantes. Normalmente esses pães desenhados ou esculturas que ficam em vitrines não são necessariamente para ser ingeridos, mesmo sendo feitos com massa pão. Dependendo da técnica até poderiam, mas não creio que sejam gostosos.

É, não provei os que fiz… como era para ser entregue não pude abrir para ver como ficava por dentro e nem a textura. Então, já aviso que não sei se é bom ou não no sentido gustativo da questão, certo?

Então, basicamente existem dois tipos de massa: viva e morta. A principal diferença é o uso ou não de fermento biológico, respectivamente.

Comparativo do pão decorativo antes e depois de assar

Mesmo quando é usado é uma quantidade mínima quando se comparado com uma massa tradicional de pão. Tudo isso para que a fermentação não deforme a peça produzida.

O assunto é vasto e escasso ao mesmo tempo. Tem uma variedade de formatos que podem ser feitos e seus usos, já informação concreta sobre é difícil de ser encontrada. Para chegar na receita demorei e encontrei graças ao acaso para ser sincero. O que consegui coletar é o que vocês acabaram de ler. Se você tiver alguma dica, fique a vontade para nos contar!

Mesmo assim, o que achei foi de grande ajuda! Como os vídeos do Bread Hitz e um tópico no fórum do eGullet Society for Culinary Arts & Letters, veja: Decorative Breads.

A receita da massa que sugiro é uma adaptação que desenvolvi devido as circunstâncias na ocasião da produção, fiz duas vezes e funcionaram sem problemas. Só não sei informar quanto tempo dura, também estou esperando essa informação.

Pão Decorativo com Massa Viva

  • Pré-preparo: 10 minutos
  • Tempo de cozimento: 30 minutos
  • Rend.: 500 g
  • Autor: Vitor Hugo

INGREDIENTES
  • 164 g farinha de trigo
  • 137 g farinha de trigo integral fina
  • 9 g melhorador para massa de pizza
  • 9 g gordura vegetal hidrogenada
  • 4,5 g sal refinado
  • 3 g fermento biológico seco instantâneo
  • 170 g água

MODO DE PREPARO
  1. Misture todos os ingredientes, exceto a água. Mexa bem para homogeneizar.

  2. Misture a água aos poucos. A maneira mais prática é na batedeira usando o batedor gancho em velocidade média até a massa ficar uniforme. Pode ser necessário mais ou menos água, então, faça devagar. Não sobra nada na tigela, fica uma massa lisa e bem homogeneizada.

  3. A massa está pronta para ser modelada no formado desejado. Deixar coberta ou dentro de um saco de plástico, a massa resseca facilmente.
  4. A medida que for modelando a peça, as partes já formada devem ficar cobertas também e de tempos em tempos borrife água sobre.
  5. Após finalizar a modelagem, deixar fermentar por 30 minutos.
  6. Assar em 230-250ºC, nos primeiros 15 minutos uma assadeira com água deve ser colocada na grade abaixo da assadeira em que a peça for assada. Após esse tempo retire a assadeira de água e continue assando até atingir a coloração desejada e o pão estar pronto, som de oco ao ser batido.
  7. Transfira para uma grade e deixe esfriar completamente.

OBSERVAÇÃO
  • Gordura vegetal hidrogenada: acredito que possa ser substituída por manteiga, entretanto, não é certeza.
  • Melhorador de massa de pizza: a receita original pedida condicionador de massa (dough conditioner), o equivalente seria melhorador de farinha, mas só tinha o de pizza. Usei e aparentemente a massa deu certo.
  • Colorir a massa: é mais fácil adicionar o pigmento durante a sova na batedeira, porém, a massa ficará de uma cor apenas. É possível colocar depois da massa base pronta, é trabalhoso, mas não impossível. Para o pão colorido usei cacau em pó (marrom) e açafrão da terra (amarelo).
Você fez a receita? Me marca @PratoFundo ou deixe um comentário & avaliação!
Pão decorativo assado colorido com cacau e açafrão, flores em destaque

Oi, Eu sou o Vitor Hugo!

Cientista e Cozinheiro que juntou duas paixões Ciência e Comida: a melhor combinação que existe! Diferente, né? Vem saber mais…

Deixe um comentário

Por causa das mudanças de privacidade feitas na Comunidade Europeia, o seu comentário não irá aparecer imediatamente, caso a opção de salvar os dados não for marcada.

Seu email não será publicado. *Campos obrigatórios.

21 Comentários (Deixe o seu!)
  1. Farei amanha mesmo na padaria q trabalho parabens muito seu trabalho

  2. maravilhoso!!!

  3. Ficou lindo! Obrigada por compartilhar e inspirar!
    (e dá um jeito de fazer outro pra gente se inspirar mais ainda. rs achei poucas fotos na net)
    Beijos!

  4. Amei a sua idéia e fiz o meu…ficou lindo!Irei usar em um chá que faremos para 200 mulheres, já sei que vai ser o comentário do dia…Obrigada por partilhar conosco essas ideias lindas!

  5. Olá, lindo seu trabalho!
    na minha cidade só encontrei um “preparado” para melhorar a massa, nada com essa descrição (melhorador de farinha, condicionador de massa),será que é a mesma coisa ?, já que aqui não souberam me responder…
    outro detalhe, a minha batedeira é da epoca da vovó..rsrs
    será que bate essa massa?

    obrigada

    1. Estranho, tem um da Fleischmann e ficam sempre perto dos fermentos secos. Esse que falou, não saberia dizer. Olha, normalmente equipamentos antigos são mais resistentes que os atuais, mas a ideia pode atrapalhar. Na dúvida, melhor não arriscar.

  6. Parabens gostei muito do trabalho
    muito criativo
    gosteria de pergunta com conserva esta obras a longo praso sem perde o glamor

    agurdo se for possivel
    obrigado

    1. Lourival, como a massa que fiz era viva, a duração dela é curta. Cerca de 15 dias, no máximo, acredito eu.

  7. Parabéns! Maravilhoso! Adorei ver este pão com certeza vou fazer no final de semena!!!

  8. Ficou lindo, com certeza. Assim como em alguns comentários, acho que eu teria pena de comer. Mas, vou arriscar (de abelhuda e intrometida) opinar sobre a textura/sabor: a impressão que passa, apesar de ser tão bonito, é que ele deve ficar muito seco por dentro. Como eu disse, é só uma opinião.

    Qualquer dia, se vc fizer e experimentar, conta pra gente o sabor, certo?
    Um abraço!

  9. gostei muito,mas, gostaria de comer!

  10. Estou para vir aqui há séculos, para elogiar este pão.
    Péra. Pão, não.
    Esta escultura!
    Ficou lindíssimo!
    um bjo
    si

  11. Ahaaaam! então vc comprou a tua sonhada KitchenAid?

    pois é, morri de inveja!
    haaha!
    Parabéns Vitor! :)

  12. olá!!minha nossa mas que maravilha de pão decorativo,adorei..estes pães ,podem ser uma boa sugestão para enfeitar mesa de natal,para ceia,até podem ser ,outros motivos,digo natalinos,muito obrigada por partilhar,esta receita,nobre ,
    caroliny!!!

  13. *-* Porque essas coisas belas não vendem na padaria da esquina..

  14. Pão mais lindo que eu já vi ever, daria até pena de comer.

  15. Seus textos são ótimos; os vídeos se superam. Súper-Sensei!!

  16. Vitor, está muito lindo!

    Bjs

    Carla

  17. Maravilhoso trabalho.

  18. Artista! Super orgulho de vc!

Trackbacks/Pingbacks

  1. Na Mídia: PratoFundo na Minha Casa — Prato Fundo

    […] causa do artigo Como se faz: Massa Viva de Pão Decorativo, lembram? :D O pão decorativo rendeu mais do que podia imaginar, considerando as circunstâncias […]