Mini Sonho Recheado com Doce de Leite

Última atualização: 17 de dezembro de 2014

Por em

Mini Sonho Recheado com Doce de Leite

Fritura é um dos tipos de cozimento que dificilmente faço em casa. Nem de longe é devido as questões de saúde, adoro uma fritura. É de ordem mais prática mesmo: fritura suja deus e o mundo. Como sou eu quem vai limpar depois, evito sempre.

Nunca havia feito sonho, sabia o básico que é uma massa fermentada e frita. Mas os pormenores da sua produção, necas. A ideia de fazer o doce surgiu, novamente, de um coletivo. Igual ao Panettone. Desta vez o culpado é o Diego do ThinkFood, o senhor pode vir limpar a cozinha, viu? E chamou mais gente, olha: A Cozinha Coletiva, Pé na Cozinha, MammaFoodie e The Cookie Shop. Não vale flopar, hein?

Pequenos Sonhos

Procura aqui e ali, encontrei a receita da vovó dazamiga, Palmirinha Onofre, feita no especial de natal no programa do Olivier Anquier ano passado. A premissa já era boa e lendo o modo de fazer, ficou ainda melhor. Relativamente fácil e rápida mesmo sendo fermentada. Não mudei praticamente nada, a não ser (como sempre) a quantidade. Reduzi para 1/3 em relação a original, e o meu rendimento foram 15 mini-sonhos.

A massa pronta e sem recheio não é doce para contra-balancear a doçura do recheio que normalmente é bem mais doce. Caso tenha um ataque de formiguismo (e mais gordice) acrescente mais açúcar na massa.

Falando no dito, a massa aceita praticamente qualquer um dos recheios clássicos: goiabada, creme, doce de leite… e quais mais desejar. Optei pelo doce de leite por ser o mais fácil, estava com um potinho aberto e precisava usar. Junto dele havia um restinho de creme de leite fresco, que também entrou na dança. Será que devo chama de chantilly de doce de leite ou doce de leite aerado? Bom, só sei que a junção funcionou.

No caso, usei uma versão diet do doce. Ou seja, ela não tem açúcar, mas o gosto de doce de leite é alcançado. Não me olhe assim, foi a menor versão que encontrei. E era bem bom até, considerando a situação. Ah, o fato de não ter a açúcar não significa que não seja doce. É sim, via adoçante.

Pequenos Sonhos

Mini Sonho com Recheio de Doce de Leite Aerado

  • Pré-preparo: ~20 minutos
  • Tempo de cozimento: ~40 minutos
  • Rendimento: 15 unidades
  • Adaptado:Palmirinha Onofre

Ingredientes: Massa do Sonho

  • 5g fermento biológico seco instantâneo
  • 85mL leite morno
  • ~220g farinha de trigo + para polvilhar
  • 30g açúcar cristal
  • 20g manteiga em temperatura ambiente
  • 1 ovo
  • Açúcar de confeiteiro impalpável para polvilhar

IngredientesL Recheio

  • 120g de doce de leite*
  • 70g de creme de leite “fresco” (38% de gordura)

Modo

  1. Misture o fermento biológico seco ao leite, acrescente 1/3 da farinha de trigo (~70g). Reserve.
  2. Numa tigela junte os demais ingredientes: açúcar, manteiga, 1/3 da farinha de trigo e o ovo. Acrescente a mistura do fermento, misture muito bem. O último 1/3 de farinha de trigo será adicionado aos poucos, a massa não deve ficar pegajosa. Pode ser necessário mais farinha de trigo.
  3. Sove por cerca 5-8 minutos, a massa deve ficar lisa e uniforme. Reserve na tigela coberta com um pano por 20 minutos ou até dobrar de tamanho.
  4. Após o fermentação, abrir a massa com 1cm de espessura e cortar círculos de 5cm de diâmetro. Dispor sobre uma assadeira polvilhada com farinha de trigo. Reserve, deixar crescer por 25 minutos ou até dobrar de tamanho. Cubra com um pano também.
  5. Fritar com óleo suficiente (fritura por imersão). O óleo não pode estar muito quente, caso contrário irá dourar por fora, mas pode dentro estará cru. Frite até estar dourado, drene em papel-toalha.
  6. Espere esfriar (ficar morno) para rechear.
  7. Recheio: bater o creme de leite fresco em ponto de chantilly, acrescente o doce de leite aos poucos. Deixar na geladeira até a hora de usar.
  8. Corte o sonho ao meio com uma tesoura, preencha com o recheio e polvilhe com açúcar de confeiteiro.

Observação
Doce de leite: usei uma versão diet que não tem açúcar, caso use a versão tradicional a quantidade pode variar.

Pequenos Sonhos

Compre pelos links abaixo. O valor não muda e você ajuda o PratoFundo:
SubmarinoShoptimeAmericanas

Após 600 dias os comentários são fechados automaticamente. Qualquer coisa, entre em contato.

25 Comentários (Deixe o seu!)
  1. Que delícia. Adoro sonhos. Vou experimentar esse recheio, muito embora meu sonho mesmo é conseguir fazer uma creme de confeiteiro para rechear os sonhos que tenha o gosto do que eu comia quando criança. O mais perto que eu cheguei foi com uma mistura de vários, contando, inclusive, com um pouquinho de chantili. Beijo!

    1. Provavelmente esse creme da infância não é o creme de confeiteiro clássico, heheheh Tenho lá minhas dúvidas que padaria normal faria do modo clássico.

  2. Sem Avatar Raquel de Meneses:

    Eu só vim dizer que tô sofrendo. Certo que engordei só de olhar.
    Estão lindos, Vitor! Surpresa nenhuma aí, você sempre arrasa. Beijo.

    1. Ah, quem mandou você morar tão longe! :P

  3. Sem Avatar Carol Rodarte:

    Oi, vim parar aqui indicada pela Perola, do Pe na Cozinha. Amei a receita. Parabens pelo site, é otimo!

    bju

  4. Estou acompanhando essa blogagem coletiva, fiz sonhos na semana passada, também não gosto de frituras, por todos os motivos, de saúde, de sujeira, de medo de ficar crú por dentro.
    Vou repetir a receita depois de ver todas da blogagem, ainda não encontrei uma que mninha mãe fazia de um livro da união.
    Gostei do seu recheio, pra ser honesta gostei do sonho todo.

    Beijos

    1. Recentemente esse livro voltou a ser editado, quem sabe ele não esteja lá?

  5. Sem Avatar Isadora Martins Pontalti:

    Realmente um sonho.
    Tenho um receita que é assada e depois frita por imersão: ficar super interessante, mais sequinho e bem cozido no meio.
    *;

    1. Deve ser bem bacana, mas dá mais trabalho, hein? Assa e depois frita? heheheh

  6. Sem Avatar NEUSA MITSUKO:

    Vitor conheço um sonho que é assado, fofinho, delicioso.Não deve fazer sujeira né!
    Será que vc e sua turma não conseguem a receita?
    Aqui na vila Sonia, SP, encontro só às sextas-feiras, na loja de fábrica da Casa Victoriana. Segundo a atendente só um dos funcionários sabe fazer, os outros não conseguiram aprender ainda….Ele vem besuntado com óleo e depois rolado numa mistura de açúcar com canela em pó,que nem os pretzels dos shoppings.São moreninho igual aos primos fritos.
    Beijo

    1. Essa eu não conheço. Ué, é assado e vem besuntado em óleo? Como assim? Será que não é assado e depois frito como a Isadora disse? Pode ser né!

  7. Ficaram lindos!!

    Qual é a consistência do doce de leite com chantilly? Fica mais leve que o doce de leite comum, né?

    Também me interesso por uma receita de sonho assado!!

    1. Ai, é difícil de descrever. Tem gosto do doce de leite só que mais leve?! Fica… aerado mesmo, não chega a ficar como mousse.

  8. Sem Avatar leticia:

    Vitor…vc é “Flórida” mesmo….até sonho cara! Quando eu penso nessas gostosuras eu olho para meu fogão e penso: “hummmm, vou na padoca!”
    Mas adorei a receita me abriu o apetite, principalmente com esse recheio nham nham nham!!!

  9. Vou te mandar um desengordurante spray. UHAuhauH Mas a propósito, o sr gostou da desculpa pra comer uma boa e velha fritura né!? Abç

  10. Sem Avatar akemi:

    Esses dias mesmo estava com uma larica danada de comer sonhos. Tinha passado mas vendo os seus sonhos voltou de novo! Eita!
    Sabe que lendo os comentários, lembrei de um pão recheado com sorvete que era preparado assim no Japão? Era um pão assado em formato de corneta, como esses canudinhos para rechear com maionese (cafona??? rss). Na hora de servir, era rapidamente frito para ficar crocante e depois recheado com sorvete tipo soft, uma delícia!
    Agora fiquei com 2 laricas! kkkkk
    Obrigada por indicar o meu blog de comidas orientais!
    Abcs!

  11. Com certeza farei! Deu água na boca!

  12. Sensasional! Adorei o deltalhe do doce-de-leite aerado! Uma novidade, pelo menos para mim, acostumada ao recheio amarelinho tradicional, Já está planejada para ser feita em breve aqui em casa!

    Bjs

  13. Sem Avatar wair:

    Adoro sonho com recheio de goiabada.Quase não se encontra mais nas padarias de Sampa, quase sempre recheados com um creme esquisito…
    E também prefiro os sonhos menorzinhos, para poder comer mais com menos culpa. E uma vez comi um sonho com uma espécie de cocada como recheio, mas assim não vale – gosto de coco em quase tudo! abs

    ps – que grosseria a minha! esqueci de dizer que os seus sonhos estão com uma aparência deliciosa. Abs!

  14. Sem Avatar Lelila:

    A minha tia sempre fazia, mas ela recheava antes de fritar. Não me pergunte exatamente como, mas ela fazia. Dessa forma, o recheio não escapava na hora de comer e não fazia sujeira!!!
    Adorei a receita!!!!

    1. Gente, sua tia é ninja! Bom, com goiabada até consigo imaginar como… mas o creminho tradicional e doce de leite, acho que iria vazar legal.

  15. Sem Avatar Isadora Martins Pontalti:

    É este mesmo!
    Normalmente é vendido nas padarias melhores, que se dão o trabalho de assar E fritar.
    Já fiz na aula: é a mesma receita do sonho comum, mas vai ao forno até ficar uma casquinha por fora, e depois rapidamente pra imersão.

  16. Sem Avatar Michelle:

    Não deu certo, a massa não cresceu. Depois vi na receita da Palmirinha que o fermento e tablete e nao seco. Esse sonho virou pesadelo.

    1. Existem dois tipos de fermentos secos: 1) instantâneo: não exige reativação e foi o utilizado na receita; 2) seco não-instantâneo: exige que seja reativo conforme o fabricante indica. Sabendo utilizar o fermento, os tipos são intercambiáveis entre si, apenas é necessário fazer a equivalência deles.

      O seu não cresceu, das duas um: usou o fermento não-instantâneo e/ou o seu fermento estava vencido/velho.

Trackbacks/Pingbacks

  1. @BlackeDeckerBR

    Domingo é dia de doce: http://t.co/ZGaEvWG4. Se joga ;)

«

»