Butter Mochi: Bolo de Arroz Glutinoso e Coco do Hawaii

Última atualização: 18 de outubro de 2018

Por Vitor Hugo em 14 de março de 2017

[Video: Butter Mochi: Bolo de Arroz Glutinoso e Coco do Hawaii]

Sim, a farinha de arroz glutinoso ataca novamente! Afinal, estou com o ingrediente na despensa, logo, tenho que usa-lo.

Algum tempo atrás, uma leitora comentou que havia comido um doce bem simples e muito saboroso lá no Hawaii e pela descrição, na época, eu não sabia o que era. E ficou aqui guardado na memória.

E atualizando o pinterest do PratoFundo apareceu uma sugestão que mudaria tudo: Butter Mochi.

Como podem ver, fui arrebatado pela, a já nossa conhecida, vontade de bater um bolinho. E claro, tem mochi no título, eu vou ver. Significa que usa a farinha de arroz glutinoso, não é mesmo? E fato: apesar de gostar de doces com as características do mochi, do bolinho normal tradicional eu não sou tão fã assim.

Existem várias versões do Butter Mochi que nada mais é do que um Bolo de Arroz. Algumas tem coco, outras não. Pode ser recheado com frutas tropicais: banana e manga, por exemplo. Ou até mesmo chocolate.

Butter Mochi: Bolo de Arroz Glutinoso e Coco do Hawaii por PratoFundo.com

A origem é misturada e nada precisa. É um prato associado ao Hawaii derivado da fusion cuisine entre as culturas asiáticas e das ilhas do oceano pacífico. Sem falar que pode ter influência do Bibingka, um bolo de arroz filipino. E parece que o Mochi Brownie também bebe dessa fonte, se for comparar as receitas possuem a mesma base.

Afinal, o bolo é bom?

Sinceramente? Eu achei incrível!

Pode ser que o meu entusiasmo seja devido as baixas expectativas que eu tinha antes de fazer. Analisando a receita, ela é super simples, bem fácil mesmo, só misturar tudo. Literalmente. Achei que ia ser apenas ok…

Eu me surpreendi. O que ele tem de simples, tem de gostoso. Mas claro, você tem que gostar da textura mochi-mochi (gomenta, chewy), ele fica bem… mochi. Lembra um pouco bolo de mandioca, aquela textura puxa-puxa.

E o sabor? Para mim, ele me lembra um sabor familiar do tipo: eu já comi isso, não lembro o que era, mas era gostoso. Falando na mandioca (ui!), se tivesse coco ralado na massa, eu acho, que iria confundir com bolo de mandioca. A textura ficou bem parecida.

Mas quase que eu não fiz o bolo! Sério. As receitas gringas, a grande maioria, usa um ingrediente que não vende no Brasil: leite evaporado.

Como já sabe (ou não), a gente é teimoso e adora uma adaptações. Fiz um substituo fácil, e numa próxima vez a gente fala mais sobre leite evaporado.

Butter Mochi: Bolo de Arroz Glutinoso e Coco do Hawaii por PratoFundo.com

Butter Mochi: Bolo de Arroz e Coco do Hawaii Sem Glúten

  • Pré-preparo: 15 minutos
  • Tempo de cozimento: 1 hora
  • Rendimento: 1 bolo de 20x20cm (16 pedaços de 5x5cm)
Ingredientes
Ingredientes: LEITE EVAPORADO CASEIRO
  • 105 g leite em pó desnatado instantâneo
  • 245 g água morna (~45ºC)
Ingredientes: BOLO
  • 60 g manteiga sem sal (derretida e fria)
  • 200 g açúcar cristal
  • 02 ovos
  • 180 mL leite evaporado substituto
  • 200 mL leite de coco integral
  • 225 g farinha de arroz glutinoso
  • 06 g fermento químico em pó (cerca 1 c. chá)
  • 01 g sal refinado (menos que 1/4 c. chá)
Modo de Preparo
Modo: LEITE EVAPORADO
  1. Misturar leite e água morna, mixar bem. Pode ser usado o liquidificador. Manualmente também seria possível, mas eu quero que fique bem misturado.
  2. Para a receita será usado 180mL.
Modo: BOLO
  1. Aqueça o forno em 180ºC. Untar uma fôrma quadrada (20x20cm), cobrir a base com papel manteiga e untar também. Reserve.

  2. Numa tigela misture manteiga derretida, açúcar cristal e ovos. Mexer bem, cerca 1-2 minutos.
  3. Adicione o leite evaporado feito (180mL) e leite de coco, mistura ligeiramente.
  4. Acrescente a farinha de arroz glutinoso, fermento químico em pó e sal. Misture para incorporar bem, cerca de 2 minutos.
  5. Transfira a massa para a fôrma preparada, a massa é líquida mesmo. Pode acreditar.
  6. Assar a 180ºC por 55-60 minutos, o topo ficará bem dourado. Durante o cozimento, o bolo irá inflar e ao retirar do forno murcha mesmo.
  7. Retire do forno e espere amornar para desenformar. Consuma quente ou em temperatura ambiente.
  8. Deve ser armazenado na geladeira. Antes de consumir, deixar alguns minutos fora para esquentar.
Observações
  • Adaptado: Lucky Peach e Contemplating Sweets
  • Leite em pó instantâneo: a diferença entre instantâneo e o não-instantâneo é o acréscimo de lecitina, um emulsificante, que facilita na hora de reconstituir o leite. Ele é feito assim e vem escrito na embalagem.
  • Farinha de arroz glutinoso: também pode ser chamado de sweet rice, sticky rice, glutinous rice, mochiko rice, arroz para moti, arroz asiático/oriental. Geralmente, vendidos em lojas de produtos orientais. Recomendo as farinhas importadas, são mais finas e delicadas. Tem um custo maior quando comparado com a farinha de trigo. O glutinoso não tem relação com glúten, mas devido a característica do arroz de ficar grudento/gomoso. A farinha feita com arroz agulhinha não serve, pois o teor das frações de amilose e amilopectina são diferentes.
Butter Mochi: Bolo de Arroz Glutinoso e Coco do Hawaii por PratoFundo.com Butter Mochi: Bolo de Arroz Glutinoso e Coco do Hawaii por PratoFundo.com

Bibliografia

  1. DAVIDSON, Alan. The Oxford companion to food

Saiba das novidades seguindo o meu Instagram/PratoFundo!

Deixe um comentário

Por causa das mudanças de privacidade feitas na Comunidade Europeia, o seu comentário não irá aparecer imediatamente, caso a opção de salvar os dados não for marcada.

Seu email não será publicado. *Campos obrigatórios.

7 Comentários (Deixe o seu!)
  1. Vítor, deixa eu te fazer por aqui uma pergunta nada a ver com este post especificamente? (os de sorvete e de creme de leite já estavam com comentários fechados hehehe)
    É o seguinte: aqui na minha cidade encontro 2 marcas de creme de leite pasteurizado e ambos declaram 35% de gordura, um deles é o da verde campo e outro de um produtor local
    Só que fazendo as mesmas receitas com as mesmas quantidades, noto que o sorvete feito com o creme do produtor local deixa um rastro na colher e um traço de gordura na boca, uma sensação que nós não curtimos muito…
    Me pergunto o que pode estar relacionado a isso, se de repente o percentual de gordura é um pouco maior (quando abrimos tem até uns grumos dentro da garrafinha e cheiro forte de gordura) ou se seria algo relacionado ao transporte ou conservação (ele estar virando manteiga ou rançoso, apesar de que comprei em locais diferentes e com datas de validade super distantes e tenho o mesmo resultado)
    Caso seja o % de gordura, vc acha que dá pra experimentar diminuir misturando com o creme de leite de caixinha? Sempre que posso compro o da verde campo, pois acho que o sabor fica mais delicado, mas aqui em Recife já é difícil achar creme de leite pasteurizado, que dirá escolher a marca! hehehehe (fora que, se eu conseguir um bom resultado, acho interessante valorizar também o produtor local)
    Me dá um help? ^.^

    1. Olha, essa característica descrita de rastro e gordura na boca geralmente é comum em creme de leite com mais gordura mesmo. Isso acontece comigo quando uso acima de 40%, normalmente. Não creio que seja o transporte ou ranço, se fosse, teriam aspectos diferentes eu acho. Daria para diluir, mas teria que saber o teor verdadeiro/real de gordura, sem essa informação é meio que um tiro no escuro.

  2. Uaaaaau!
    Eu adoro bolo de mandioca, certeza que farei com coco.

  3. Prezado Vitor,, minha lombriga não sossegava depois desse post, tinha que fazer, mas aqui na minha cidade não encontrei a farinha, então resolvi improvisar, pesei a mesma quantidade de arroz moti, deixei uma noite de molho,drenei, e bati bastante no liquidificador com o leite evaporado, depois terminei de fazer conforme a receita. O resultado foi um bolo bastante mochi mochi e mais com textura de pudim, mas com sabor delicioso,tenho uma intolerância moderada a lactose,então fiz o leite evaporado com leite em pó zero lactose, o bolo não ficou clarinho assim como o seu, ficou meio um caramelo claro, teria sido por causa do leite??Mas, repito, ficou delicioso, não vejo a hora de ir a Sampa para comprar a farinha de arroz glutinoso e fazer novamente.Obrigada, abraços.

    1. Nossa, que adaptação mais Macgyver! heheheh Sim, provavelmente a cor foi influenciada pelo leite sem lactose. Nunca usei a versão em pó, mas as líquidas tem um tom mais caramelo mesmo.

      1. Legal, adorei o “Macgyver” !!! rsrs abraços

Trackbacks/Pingbacks

  1. Como se faz: Leite Evaporado Substituto | PratoFundo

    […] atrás de como fazer em casa por causa do Mochi Butter. O bolo precisa dele na […]

«

»