Resenha: Chocolate Ruby RB1 da Callebaut Sobrevive ao Hype?

Depois de meses de espera, o famoso Chocolate Ruby da Callebaut que é naturalmente rosa chega oficialmente ao mercado brasileiro! Será que é gostoso mesmo?

Gotas de Chocolate Ruby Rosa em close

Já falei algumas vezes do produto por ser uma novidade pelo fato de ser rosa e considerado o quarto tipo de chocolate. E não havia provado ele puro até então.

Mas já tinha experimentado o Kit Kat Ruby e expliquei melhor do que se trata este novo chocolate. Estava esperando o lançamento oficial dele, o que aconteceu no começo de 2019. Mas só um resumão do que se trata.

O que é Chocolate Ruby RB1: Chocolate Rosa?

Chocolate Ruby da Callebaut

O novo tipo de chocolate disponível no mercado desenvolvido pela Barry-Callebaut (empresa de chocolate belga), ele é naturalmente rosa sem adição de corantes seja natural ou artificial. A cor é decorrente do processamento do cacau mesmo.

O método usado não é divulgado pela empresa, obviamente, é um segredo industrial de produção. Ainda mais considerando que demorou mais de 10 anos de pesquisa para chegar no produto.

O que é especulado: o chocolate Ruby deve ser feito com cacau não fermentado e mantém o tom rosado que o cacau possui naturalmente. E, geralmente, pigmentos naturais são sensíveis a variação de pH e calor. Então, até que faz sentido.

Chocolate RUBY RB1: CHOCOLATE ROSA, Vale a Pena? // PraComer | PratoFundo

Chocolate Ruby: Notas Ácidas?

Embalagem do Chocolate Ruby RB1 na loja

Um dos pontos que eu não gostei tanto no Kit Kat Ruby é o fato dele ser ácido. Eu gosto de acidez/azedo, mas particularmente, no Kit Kat não me agradou. Estava muito presente, o que não combinou muito bem com o chocolate como um todo.

É divulgado que o Chocolate Ruby tem notas ácidas como está escrito na embalagem do produto e que remeteriam a frutas vermelhas (seria berries). E o mais importante: sem adição de saborizante. Será?

Na formulação do Chocolate Ruby é listado ácido cítrico, e ele pode ser usado como acidulante, saborizante e preservante. Apesar de ser um ácido orgânico fraco, é um dos mais “fortes” dessa categoria que pode ser consumido. Além de ter um gosto azedo facilmente reconhecível, é o que torna frutas cítricas… cítricas.

Então, o uso do ácido cítrico no chocolate Ruby será que impacta essas notas azedas? Ou ele está sendo usado para manter o pH do chocolate baixo? Ou é para ambos os casos? Difícil saber. Ou melhor, nunca saberemos.

E sim, aquele é o preço do chocolate: r$209,90 para um saco de 2,5kg, cerca de r$83,96/kg. Se serve de consolo, já me contaram que viram o produto por r$300/2,5kg.

Chocolate Ruby Sobrevive ao Hype?

Essa é a pergunta de um milhão de euros.

Gotas do Chocolate Ruby escrito Ruby

Se o preço continua nas alturas, eu diria que não. Porém, tem o apelo de ser um novo tipo de chocolate, ser colorido naturalmente. Mas será que só isso é suficiente?

Por sabor não é ruim. Experimentei puro: é bom, menos doce. Mas não tem necessariamente um sabor/gosto tão presente que faça ser reconhecido de imediato. Poderia muito bem ser um chocolate branco levemente azedo.

A questão de ser menos doce pode ser por dois motivos: 1) ter menos açúcar na formulação, logo, vai ficar menos doce por ter menos açúcar; 2) ou o fato de ter um gosto azedo, isso ajuda a mascarar o dulçor do produto.

A cor rosa que é um dos grandes chamarizes do produto, vai se perder quando for misturado com outros ingredientes, acaba se diluindo como é esperado, assim como o sabor que é suave. E se for sensível ao pH (nível de acidez), a cor também pode ser alterada. E somado a tudo isso, pelo valor cobrado: não vale a pena.

Pode se dizer que pelo valor (r$210/2,5kg) não seja tão caro quando comparado com o chocolate amargo 70% (entre r$133-170/2,5kg). Talvez. Mas creio que o 70% é mais vendável e versátil que o Ruby. O retorno sobre o 70% é mais garantido que o Ruby, eu creio.

Queria ter gostado mais, mas acredito que minhas expectativas eram altas demais. Ou o produto não é tudo isso mesmo. Vai saber.

Chocolate Ruby RB1

Chocolate Ruby RB1 com Ruby escrito em cima
  • Marca: Callebaut
  • Origem: Bélgica
  • Preço: r$10,99 (o pacote de 2,5kg gira em r$209 a r$300)
  • Embalagem: 110g
  • Calorias por 100g: 567kcal
  • Joinha: a cor é realmente linda; textura e derretimento gostoso ao paladar; gosto azedo não é tão pungente.
  • Desjoinha: preço, muito caro, caro demais; apesar da textura ser boa, o sabor/gosto em geral é esquecível, não tem nada demais; a presença de ácido cítrico é questionável; tanto a cor quanto sabor/gosto vão se perder facilmente ao ser usado como ingrediente em uma preparação
  • Ranking: #3/#10 Cilada (por causa do preço)

Oi, Eu sou o Vitor Hugo!

Cientista e Cozinheiro que juntou duas paixões Ciência e Comida: a melhor combinação que existe! Diferente, né? Vem saber mais…

Deixe um comentário

Por causa das mudanças de privacidade feitas na Comunidade Europeia, o seu comentário não irá aparecer imediatamente, caso a opção de salvar os dados não for marcada.

Seu email não será publicado. *Campos obrigatórios.

2 Comentários (Deixe o seu!)
  1. Também tive o privilégio de experimentar o kit kat ruby, (privilégio porque pagar R$ 10,30 por um kit kat ninguém merece) e concordo em gênero número e grau com a resenha. Não vi nada demais. Sabor bem adstringente, suavizado pelo biscoito que compõe o kit kat. A cor chama a atenção, mas pensando bem ….. não é muito convidativa para um alimento. No final tudo é uma questão de gosto.

  2. Bom dia amo os chocolates Callebaut mas eu comprava online e agora não encontro mais o site você querida poderia me ajudar? Eu moro em Recife e não acho em lojas por aqui TB.
    Amo seu Blog muito obrigada por vc compartilhar seu conhecimento!
    Um abraço desde Recife e uma feliz Páscoa antecipadamente!
    Eliane Gonçalves(Anne)