Coca-Cola: A Receita Original de John Pemberton 1888

A receita original da Coca-Cola feita por John Pemberton em meados de 1800 e naquela época, não era bem um refrigerante necessariamente.

Coca-cola caseira em um copo e garrafa

Acredito que hoje em dia é possível encontrar a Coca-Cola em praticamente qualquer lugar do mundo, um produto e uma marca super reconhecida. E vista como um refrigerante ou como os gringos chamam soft drink: uma bebida geralmente gaseificada.

Mas nem sempre foi assim. A origem da fórmula origem data meados de 1880… vai de 100 anos de história e muita coisa mudou durante esse tempo.

Coca-Cola: A Receita Original

A fórmula original é atribuída ao coronel John Pemberton que era farmacêutico. Ele criou o produto como uma alternativa para o vício dele em morfina, pois havia se machucado durante a Guerra Civil Americana.

Tudo bem que nas primeiras formulações havia o extrato de folha de coca (Erythroxylum coca que possui o alcaloide cocaína entre 0,3-1.5%), mas o uso era como um elixir. E não refrigerante.

Na Wikipedia lista essa formulação para o John:

    Xarope Base

  • 28g citrato de cafeína
  • 85g ácido cítrico
  • 30mL extrato de baunilha
  • 946mL suco de limão
  • 71g concentrado 7X
  • 14kg açúcar
  • 118,3mL extrato de folhas de coca
  • 9,5L água
  • Caramelo suficiente para dar cor
    Concentrado 7X

  • 1qt álcool
  • 80 óleo de laranja (sem unidade mesmo)
  • 40 óleo de canela
  • 120 óleo de limão
  • 20 óleo de semente de coentro
  • 40 óleo de noz-moscada
  • 40 óleo de neroli

Antes de falecer em 1888, John vendeu os direitos da fórmula. A criação da The Coca-Cola Company aconteceu em 1891 quando o fundador da empresa Asa Candler comprou os direitos da fórmula (sim, vendida de novo) e dando mais gás em todo o segredo envolvido ao redor dela que dura até hoje.

Coca-Cola Feita em Casa

Resolvi testar essa suposta receita original depois que cai no canal do Glen, um youtuber gringo que faz vários tipos de refrigerantes caseiros.

Mas quase não fiz, pois vários ingredientes usados na receita do John são caros e/ou bem difíceis de encontrar. Um dos ingredientes necessários é óleo essencial de neroli (um tipo de laranja amarga, Citrus aurantium subsp. amara ou Bigaradia) que pode custar lá fora (isso na gringa): $480 dólares por 5mL.

Exatamente.

Bom, foi isso que o Glen disse no video dele (minutagem 2:20). Cai para trás, obviamente. Mas eu deveria estar preparado, óleos essências padrão alimentício são caros mesmo.

Por curiosidade, procurei se achava no Brasil. Achar, eu até achei por r$398 realidade por 5mL… mas não sei se era padrão alimentício. O que a gente faz na internet? Fui chorar as pitangas no twitter.com/pratofundo.

folha de limão kaffir seca

Lá me mandaram para um outro canal gringo: Flavor Lab que também fez essa receita original da Coca-Cola. Mas com algumas diferenças para ficar mais acessível.

Ao invés dos óleos essenciais, usou os vegetais mesmo! Bem mais fácil e barato de encontrar. O mais legal foi: como a tal neroli é meio difícil, daria para substituir por folhas de limão kaffir (Citrus hystrix)… que eu já tinha. Logo, foi um sinal para fazer.

Coca-Cola: Concentrado 7X

É literalmente a essência de sabor do produto: a mistura de vários vegetais responsáveis pelo sabor característico da bebida. E para minha versão, juntei os métodos do Glen e do Flavor.

O Glen usou direto os óleos diluindo em álcool (num spirit, bebida alcoólica com alto teor de álcool). E Flavor para fazer a extração usou óleo de coco, mas depois teve que ressuspender em álcool para conseguir fazer a bebida.

Extrato de vegetais escuro dentro de um copo de vidro

Para evitar esse vai-e-volta do Flavor, fiz a minha extração com álcool de cereais e vodka direto. Uma extração alcoólica que ficaria mais fácil para misturar depois no xarope base.

E aviso: Álcool de cereais é inflamável, logo, TENHA MUITO CUIDADO e NÃO LEVE NO FOGO DIRETO.

Coca-Cola: Folha de Coca e Noz de Cola

Como disse antes, na fórmula do John lista extrato de coca. Mas por motivos óbvios, tanto o Glen e Flavor não usaram. E muito menos eu. Afinal, é proibido o comércio delas no Brasil: é considerado entorpecente (Lei 11.343/2006).

O Glen acabou usando um extrato vegetal que ele já tinha e Flavor não usou nada para substituir. Eu também não usei nada no lugar. O uso desse extrato era para dar um sabor vegetal também, por ser feitos com as folhas.

Xarope de refrigerante dentro de um copo

Outro ponto controverso é o uso de extrato de noz de cola que na formulação do John não tinha, foi adicionado anos depois, supostamente. E seria uma fonte de cafeína também. Glen usou cafeína pura e Flavor não usou. Até queria ter usado, mas não achei para comprar.

Coca-Cola é um suco de frutas

Nunca pensei que diria isso, mas o Concentrado 7X é basicamente um suco de frutas e lembra o aroma de Coca-cola. Sério. Ok, pode ser que eu tenha sido sugestionado? Sem dúvida. E ele é nada mais, nada menos que um extrato de vegetais no fim das contas.

Coca-cola caseira em um copo de vidro

É difícil de explicar, mas o aroma do Concentrado 7X lembra Coca-cola sem gás, essa é a melhor explicação.

A bebida pronta com o xarope base: parece uma Coca-cola mais diluída com um sabor mais fresco/vivo. É similar, mas falta um toque de alguma coisa para ficar igual. Talvez seja o extrato de noz de cola, talvez.

Para mim, o que deixou evidente foi o sabor do açúcar mascavo que eu usei para fazer o caramelo. Ele tem um sabor próprio bem presente. Talvez, se tivesse usado apenas açúcar cristal ficasse mais difícil de perceber.

Essa foi a minha experiência: FAÇA POR SUA PRÓPRIA CONTA E RISCO.

COCA-COLA: A Receita Original de John Pemberton 1888, Será que Funciona?

Gif para se inscrever no canal do PratoFundo no Youtube

Coca-Cola de Pemberton 1886

Pré-preparo: 10 min
Tempo de cozimento: 20 min
Total: 30 min
Rend.: 10 copos
Autor: Vitor Hugo

Ingredientes

Concentrado de sabor 7X

  • 10 g casca de laranja (cerca de 2 unidades)
  • 10 g casca de limão taiti (cerca de 3 unidades)
  • 4 g canela em pau
  • 1 g semente de coentro
  • 1 g noz-moscada
  • 4 g folha de limão kaffir
  • 80 mL álcool de cereais (teor: 98% álcool)
  • 80 mL vodka (teor: 37,5% álcool)

Xarope base

  • 25 g açúcar mascavo (para o caramelo)
  • 25 g açúcar cristal (para o caramelo)
  • 250 mL água
  • 150 g açúcar cristal
  • 25 mL suco de limão taiti
  • 1,5 g ácido cítrico
  • 1 mL extrato de baunilha
  • 7 mL concentrado 7X
  • 250 mL água com gás (gelada)

Modo de Preparo

Concentrado de sabor 7X

  • Em uma panela mistura casca de laranja, de limão, coentro, canela, noz-moscada, kaffir e álcool de cereais.
  • Aqueça em fogão de indução ou sem chama até levantar fervura, cerca de 5 minutos. E remova do calor, repita 2 vezes. Adicione 40mL da vodka e deixe descansar por 24h.  NÃO LEVE AO FOGO com chama. Álcool de cereais é altamente inflamável.
  • Filtre o álcool com filtro de café e lave os resíduos com o restante da vodca. Guarde em frasco com tampa.

Xarope base

  • Em uma panela faça caramelo escuro com açúcar mascavo e cristal. Tenha bastante cuidado, caramelo é bem quente.
  • Adicione a água aos poucos ao caramelo, irá espirrar e borbulhar. Misture para dissolver o caramelo.
  • Adicione o açúcar cristal e mexa bem para dissolver. Desligue o fogo e deixe esfriar po 5 minutos.
  • Acrescente suco de limão, ácido cítrico, baunilha e concentrado. Misture bem. Transfira para recipiente e deixe esfriar.

Drink final

  • Em um copo adicione 50mL do xarope base e complete com 250mL água com gás.

Você fez a receita? Me marca @PratoFundo ou deixe um comentário & avaliação!

Oi, Eu sou o Vitor Hugo!

Cientista e Cozinheiro que juntou duas paixões Ciência e Comida: a melhor combinação que existe! Diferente, né? Vem saber mais…

Deixe um comentário

Por causa das mudanças de privacidade feitas na Comunidade Europeia, o seu comentário não irá aparecer imediatamente, caso a opção de salvar os dados não for marcada.

Seu email não será publicado. *Campos obrigatórios.