Como se faz: Iogurte na Garrafa Térmica

Por em

Como se faz: Iogurte em Casa na Garrafa Térmica

E em casa! Essa dica li faz bastante tempo lá na Casa da Chris e ficava enrolando para testar até finalmente ser levado para o mundo cremoso do iogurte e perceber que sairia bem mais em conta colocando na ponta do lápis.

Sem falar do controle quanto aos ingredientes usados. Ok, não vão lá muitos assim, porém, a gente saberá exatamente o que tem dentro dele, além de poder variar os sabores e as combinações.

Nos meus testes, a proporção entre leite e iogurte inicial é: para cada 500mL de leite é usado 1 colher (sopa) de iogurte pronto.

Acredite-me, apenas uma colher de sopa é o suficiente. Tenhas fé! Eu não tive (na primeira vez) e o resultado ficou aquém do desejado. Virar iogurte, virou. Porém, mais ácido e líquido do que o imaginado. Então, escute quem já errou por você, hahahahah.

Sim, para iniciar a sua produção caseira é necessário ter um iogurte comprado ou então o fermento lácteo que também é vendido nos supermercados. Confesso que nunca usei esse tal fermento, preferi não começar por ele (leia-se: é absurdamente mais caro que um singelo potinho de iogurte).

Como se faz: Iogurte em Casa na Garrafa Térmica

O produto final depende exclusivamente do leite usado. Usar leite desnatado é um tabu, um no-no-no, ok? Quer dizer, poder usar você até pode, mas a falta da gordura vai deixar bem sem gracinha o iogurte. Quando faço utilizo leite integral com um plus, uma variedade com teor de gordura maior do que o integral, ele cheira creme de leite! É gordo, é uma delícia! hahahahah Troquei. Testei com leite integral normal e ficou bem melhor.

E para o iogurte inicial, que será usado apenas uma vez, procure um integral, sem sabor e não adoçado. Leia o rótulo a procura dos ingredientes, compre aquele quem possua a menor quantidade deles. Iogurte deve ser feito, basicamente, de leite integral (se for reconstituído não tem problema) e fermento lácteo. Só.

Já a garrafa térmica, uso essa de metal… foi a mais barata que encontrei! Não precisava daquelas super caras que preservam o calor por horas, sem falar que será usava apenas para isso. Ou seja, nada de usar aquela de café que você já tem casa! Ela cheira a café longe e vai deixar gosto no iogurte.

ATUALIZAÇÃO (27/01/2010): experimentei usar leite integral normal, pois não encontrei a marca usual. O resultado é excelente, ainda mais se acrescentar 2 colheres (sopa) de leite em pó no leite morno.

Iogurte na Garrafa Térmica

Rendimento: vai depender de quanto leite usar, sugestão é de 500mL.

  • 500mL de leite integral
  • 1 colher (sopa) de iogurte integral

Modo: esquente metade do volume de leite usado. No caso, 250mL. Não é necessário ferver completamente, quando aparecer os primeiros sinais de “bolhas” de fervura está ótimo.

Junte o leite quente a outra metade, mexa. Teste a temperatura, experimente o leite (leve ao lábio). Você deve suportar o calor do leite, caso esteja muito quente deixe ficar morno. Pense, se você não suportar, o fermento lácteo do iogurte também não irá.

Então, acrescente o iogurte e mexa bem. Transfira para a garrafa térmica e feche bem.

No modelo usado, o melhor procedimento foi: deixar fechada com todas as tampas por 3 horas em temperatura ambiente, então, retirar a tampa interna de vedação e deixar apenas com a tampa externa. E levar para geladeira. O leite irá esfriar lentamente, e se transformará no iogurte. Desse modo, ficou no ponto para o meu paladar: nem ácido demais e nem de menos. Caso deixe mais tempo a fermentação ocorrendo na temperatura ambiente, a tendência é ficar mais ácido.

Alguns lugares dizem que dura até 15 dias, particularmente, é muito tempo. No máximo, uma semana e olhe lá. E para a manutenção, ou seja, a próxima leva de iogurte é só separar uma colher de sopa desse iogurte para usar no próximo e assim por diante.

Pode ter sido coincidência, mas creio que seja importante comentar: a primeira leva senti que ficou mais líquida, já a segunda ficou mais “firme” e a terceira ficou bem cremosa. Então, com o passar da produção pode existir diferenças entre elas.

Observações
– Leite: uso o Leite Batavo Origem.
– Iogurte: para iniciar a produção, Nestlé Integral.

As marcas usadas/citadas no texto foram escolhidas por mim, por livre e espontânea vontade.

Como se faz: Iogurte em Casa na Garrafa Térmica
Inscreva-se no canal do PratoFundo

Compartilhe!

Compre pelos links abaixo. O valor não muda e você ajuda o PratoFundo:
SubmarinoWalmartShoptimeExtraAmericanasPontoFrioSaraivaLivraria CulturaFnacSephora

Confira outras ofertas e promoções na XEPA!

Após 600 dias os comentários são fechados automaticamente. Qualquer coisa, entre em contato.

40 Comentários (Deixe o seu!)
  1. Como é que eu nunca pensei nisso antes?!
    Muito boa a dica e o jeito de fazer! Vou aproveitar que ainda estou de férias e experimentar o quanto antes!!!
    Depois twitto pra dizer se ficou bom! :D

  2. adorei, vitor!
    vou fazer pq eu amo iogurte!

  3. Sem Avatar Elisa:

    A tão esperada receitinha de iogurte!! Como vou viajar, não vou fazer essa semana, mas essa promete ser o hit aqui em casa!

    Obrigada por compartilhar as receitas, Vitor!

    Bjão!
    =)

  4. Puxa!
    Vou economizar com a iogurteira, graças a você!!!!!
    Adorei a dica!
    obrigada por dividir essa idéia!
    bjs

  5. Sem Avatar Mesa pra 1:

    Ao que tudo indica, na 18a. leva vai virar uma pedra!

    kakakakkakak

    Essa é tão fácil que até eu consigo fazer… eu acho!

  6. Sem Avatar Leila:

    Olá Vitor Hugo….
    eu sempre fiz iogurte em casa com a receitinha da mamãe… basicamente o mesmo procedimento, exceto pela garrafa térmica… enrolamos vários “panos” ou um pequeno cobertor… essa ideia da garrafa foi ótima.
    Outro ponto que você pode testar: minha mãe acrescenta um colher de leite em pó para ficar mais encorpado, mas não pode colocar muito porque senão fica “puxando” (será que dá para entender?) :)
    Ah, e por experiência própria, já fiz com leite direto da vaca…. hum, fica super encorpado e uma delícia….

    beijos e parabéns pelo blog!

  7. Sem Avatar Anna:

    Adoro essas receitas ninja!

    Você conhece alguma receita de frozen yogurt caseiro? Aquela ideia das frutas congeladas é muito boa, mas eu queria tentar smoothies de frutas pouco amigas do congelador…

  8. Sem Avatar Dani:

    Essa eu vou testar para economizar na luz da iogurteira. Gostei da dica!

  9. Sem Avatar Dri:

    Adorei a dica da garrafa térmica! Já havia feito na panela com pano de prato… Será que com leite de soja fica bom?

    Parabéns pelo blog, eu adorei!

  10. Gente do céu!

    Na minha ignorância achava que ia ter que encher minha pequeniníssima cozinha com mais uma tralha (iogurteira), eventualmente, até você escrever esse post salvação! Amei, amei, amei!

  11. Posso pitacar? iogurte caseiro é assim mesmo, ninguém garante 100% de acerto a gente vai melhorando toda vez que faz…

    Nunca fiz na garrafa e achei essa receita bem prática!
    com excessão da garrafa, eu faço do mesmo jeito, leite integral+ iogurte pronto, uso um pote de sorvete como vasilha e coloco pra dormir de um dia pro outro num lugar bem escurinho, e vou consumindo, qdo tá quase acabando, e ainda resta o fundinho eu só preparo mais leite e pronto!

    eu uso o truque do dedo indicador no leite morno pra saber a hora de colocar o iogurte. Ele deve estar quente, mas não muito. Se você sentir o calor e conseguir manter o dedo no leite por 10 segundos, é porque a temperatura está correta.
    Meio nojentinho? tá então dá pra comprar um termômetro culinario custa 10 pila.

    De certeza vou fazer na garrafa, tenho uma perfeita!

  12. Sem Avatar angelica:

    Que idéia interessante.
    Adorei.
    Será que dá certo naquelas garrafinhas (tipo térmica) de lancheira?
    Meu filhote cresceu chegou a hora de reciclar.
    Bj.

  13. olá!
    parabens pela receita!!
    mas tenho uma dúvida…
    como faço para acrescentar frutas ao iorgute?
    abraços!

  14. Sem Avatar Marcia:

    Olá!
    Eu fiz e adorei, dá super certo.

    Abraços

    Márcia

  15. Sem Avatar gil:

    Vitor a colonia siria usa isto a bastante tempo, porém eles
    colocam simplesmente numa vasilha de vidro coberta na geladeira. Realmente é muito fácil e o produto final perfeito.
    Boa dica
    abraços
    gil

  16. Aqui em casa fazemos com iogurte Itambé, e fica com textura de creme de leite, uma delícia! Mas separamos em potinhos fervidos, tipo geleia, e dura até um mês. Dá pra fazer uma variação usando um pouco de kefir também. Beijo.

  17. Vitor,
    Tbm adorei a receita, já fiz duas vezes e estou amando.
    Muito obrigado por comparilhar, e adorei os pitacos nos comentarios acima.
    Valeu!!!

  18. Sem Avatar Ana Claudia:

    Oi , Vitor

    Quanto tempo … adorei essa receita de yogurte na garrafa térmica ….acho que essa consigo fazer … brincadeira.
    Bjos

    Ana Claudia

  19. Sem Avatar Luciana:

    Oi Vitor, vim agradecer! Nao lembro como vim parar aqui, mas fiquei fascinada pela possibilidade de facilitar a produçao do iogurte.
    Os meus nunca davam certo: ou ficavam muito ácidos, ou muito líquidos, ou tinham gosto estranho…e isso da garrafa térmica resolveu meu drama!
    Primeiro tentei só com leite e iogurte, e parecia que ia dar errado, mas ficou uma maravilha. Na outra vez fiz com um pouco de leite em pó e ficou mais cremoso, como eu gosto!
    Vc tem razao sobre a quantidade de iogurte natural, e também sobre o tempo de fermentaçao…fica no ponto certo.
    Hoje tô dobrando a receita pra ver se dá conta da demanda aqui de casa.
    Tô super feliz, obrigada! ;)

  20. Sem Avatar Vanessa:

    Adorei a receita. Fiquei um pouco pasma com a idéia e conferi. O que gostei mais ainda, foi a riqueza de detalhes que facilitam a execução. Já fazia um, muito semelhante, que pecava na acidez. Bater com frutas ou com meia caixinha de gelatina(gosto da de morango)dissolvida fica ótimo.
    Já vi outros blogs divulgando seu texto na íntegra sem fazer referência, isso não é legal!
    Parabéns pela dedicação.
    Vanessa.

  21. Olá Vitor Hugo, tenho esta receita publicada em meu blog, e hj vi um comentário seu a respeito da titularidade da mesma. Porem a receita eu obtive no orkut, onde a mesma é amplamente divulgada em comunidades de culinaria e economia domestica, a propósito, estou conhecendo seu blog hj. Sempre faço questão de mencionar quando as mesmas são retiradas de outro blogs, inclusive direcionando para os mesmo. Me desculpe, mas achei um tanto quanto agressiva a sua abordagem. Acho que podemos ser mais cordiais mesmo nessas relações via internet. Se tivesse olhado meu blog, veria que em nenhuma das minhas postagens tenho a intenção de surrupiar nada de ninguem, acho de uma dignidade muito grande reconhecermos quem cria ou nos dá conhecimento sobre outras coisas.
    Ah. e inclusive tem o direcionamento para seu blog assim como está no orkut onde peguei.

  22. Sem Avatar Leticia:

    Eu faço esse iogurte há mais de 15 anos, minha mãe me ensinou, não é necessário garrafa térmica. Pra quem quer fazer grandes quantitades, saiba que um único potinho de iogurte pode-se fazer até 10 litros!! Eles se multiplicam, é só por a quantidade de leite desejada numa panela, esquentar até ficar morno (se ficar quente, mata os lactobacilos), enrolar a panela com toalha ou jornal e por no forno ou em cima da geladeira por 4 horas. Pronto! Virou iogurte! Agora é só por pra gelar. Colocando num recipiente esterelizado, dura 1 mês na geladeira. Sheik de iogurte: 300 ml de iogurte natural caseiro, 1 pacote de polpa de fruta congelada de sua preferência, açucar e pedras de gelo. Bata tudo no liquidificador e pronto! Ou vc pode tomar seu iogurte natural com granola e mel, ou juntar maionese e fazer um patê, etc… Use a sua imaginação!!

  23. Olá,
    Cheguei aqui através da receita indicada no blog Chocorango. Gostaria de te agradecer por compartilhar algo assim tão prático. Vou testar, pois quero usar o iogurte para massa de pastel de forno. Gostaria de saber se posso usar aquelas garrafas términas comuns? Tenho uma novinha guardada.
    Abraços, Daniana

  24. Daniana,

    Em tese, é possível utilizar qualquer garrafa térmica que retenha o calor por pelo menos algumas horas. A diferença será que você terá que perceber como a sua funciona. Uso essa de metal, pois na época eram as mais baratas.

  25. Sem Avatar Kédi:

    Oiii.
    Como sempre estou de dieta, fiz com leite desnatado e iogurte natural light ficou bem bom.

    bjs!

  26. Uau,vou tentar na garrafa…Eu faço em casa assim mesmo,só que uso uma caixa de sorvete,portanto;cabe 1 litro de leite!!!!e coloco em uma caixa térmica,do tamanho da caixa de sorvete…..12 horas depois tá uma DILÍCIAAAAAAAAAAAAA!!!

    Mas, a sua parece mais prática…..

    abreijus

    di :-))

  27. Sem Avatar carmen:

    Obrigada pela receita! Uso a iogurteira e o fermento da Thop term mas está caríssimo!!!!! Ainda hoje eu estava pensando se não há concorrência nestes fermentos… Eles estão de “donos do campinho “e explorando para valer. abs. Carmen>

  28. Sem Avatar rogerio:

    yogurteira custa uns 180,00 reais ,
    garrafa termica de 1L 10,00 reais
    fermento lacteo 2,90 a 3,50
    iogurte natural pronto 0,80 centavos a 1,20

    é essa receitinha maravilhosa é pura economia , hahaha vai desbancar a industria lol

  29. Sem Avatar Lini:

    Nunca havia pensado em manter na garrafa térmica. antigamente eu aquecia um pano no microondas e embalava o vidro com um cobertorzinho e o pano deixando uma noite, acabou que eu comprei uma iogurteira.
    No quesito de escolha de leite/iogurte, a combinação que melhor ficou pra mim foi o iogurte da batavo e leite integral de caixinha da piracanjuba ou parmalat. vai entender né. sempre coloquei o copinho inteiro, dá um iogurte de cortar com colher. =) vou testar com metade dele. hihihi

  30. Já fiz e não gosto da consistência.O gosto é até parecido mas não fica igual a um iogurte,fica grudento.Sei lá,não sei expplicar.

    1. @Luciana: iogurte vira (leite fermentado via lactobacilos), mas a consistência é diferente mesmo dos industrializados. Alguns são drenados (fica mais firme) e/ou é usado espessante.

  31. Sem Avatar Márcia Raquel Zunstein:

    Que dica boa essa da garrafa térmica!
    Vou fazer com certeza.
    Primeiramente vou fazer conforme a sua receita, depois tentarei alguma coisa mais light.
    Obrigada por compartilhar essa receita!!!

  32. Sem Avatar HERALDO:

    Faço já o iorgute caseiro, mas fica muito ácido. O que devo fazer para diminuir a acidez.
    Obrigado

  33. Sem Avatar Le:

    Adorei, to loca pra testar! Obrigada pela dica, abç

  34. Sem Avatar Thais:

    Bacana seu site, aprendi varias coisas!! Porem, queria saber se pra fazer o iogurte com leite vegetal – soja, inicialmente – eh a mesma receita. Obrigada!!!

    1. @Thais: olha… uma boa pergunta! Teoricamente, sim, ao menos a fermentação. Mas como são leites com propriedades diferentes, o resultado vai ser diferente. Difícil saber se vai ficar bom ou ruim.

  35. Sem Avatar Lia Mircia Silva Costa:

    Você é o máximo,adoro suas dicas…com inteligência e bom humor encanta a todos!
    Um abraço e estímulos para continuar!
    Lia Mircia

  36. Sem Avatar alessandra b silva:

    Victor, precisa passar agua quente na garrafa termica para manter a temperatura por mais tempo ???

    1. @Alessandra: pode passar também, ainda mais quando for inverno ou quando o clima estiver mais fresco. Vai ajudar o fermento a trabalhar.

  37. show de bola, nunca tentei fazer com menos que um potinho de iogurte! sempre faço iogurte, adoro! quando eu enjoo do sabor natural, eu misturo um suco de pó no iogurte e bato um pouco pra ficar menos consistente e beber.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Link Love da semana (e primeiro de 2010) | SuperZiper

    […] Iogurte feito em casa: O Vitor, do blog Prato Fundo, ensinou um jeito super fácil de fazer iogurte em casa usando uma garrafa térmica. Na minha última visita a Liberdade, achei uma linda, cor de […]

  2. Iogurte e granola caseiros | Cobaias na Cozinha Iogurte e granola caseiros |

    […] automático acabo comendo sempre as mesmas coisas de manhã. Buscando uma variação lembrei desse link enviado por um amigo há tempos e resolvi […]

«

»