Marshmallow de Champagne no Outubro Rosa

Última atualização: 17 de novembro de 2016

Por em

Marshmallow de Champagne no Outubro Rosa

Demorou um pouco, mas o post especial para o Outubro Rosa como faço todos os anos: Outubro Rosa: Cupcake de Baunilha Trufado, Gelée de Champagne & Morango com Coulis no Outubro Rosa e Outubro Rosa: Drink Miss G, chegou!

Outubro (Pink October) é o mês oficial para levar a conscientização contra o Câncer de Mama. Cada ano melhora, mas a incidência ainda é grande. Porém, quando descoberto cedo somando com o tratamento moderno as chances de cura são muito grandes.

Então, meus caros leitores e minhas caras leitoras: prevenção! Mamografia não é lá divertida, dói, aperta e tudo o mais (não, nunca fiz, mas já escutei vários relatos), é um “mal” necessário. Não deixe passa batido. Como é que a gente vai conseguir fazer as gordices sem saúde? ;)


Marshmallow de Champagne no Outubro Rosa

Para a receita deste ano, segui o ano passado e o ingrediente básico é na casa das biritas: champagne (ok, é espumante… vamos manter o glamour, tá?). Ao invés de beber, vamos comê-lo.

Champagne sólido, bom… quase. Nada de técnicas mirabolantes, é o bom e velho marshmallow. Marshmallow de Champagne! Todos os créditos para Stella autora do BraveTart, receita base é dela.

Já fiz outras receitas de marshmallow (Chocolate Marbled Marshmallow e Marshmallows de Capim-Santo), desta vez ficou como queria: bem alto e fofinho.

Não, não vai ficar com o gosto do marshmallow americano industrializado e vai lembrar maria-mole. Para mim, aquele gosto que associamos com marshmallow é aromatizante.

Mesmo marshmallow sendo uma bomba de açúcar e ar, o gosto do champagne é facilmente percebido com o fundo de álcool. Pouco, mas tem.

Então, nada de dar para a criançada. Essaa versão é para os crescidos. Com o passar dos dias fica mais suave.

Marshmallow de Champagne

Adaptado de Champagne Marshmallows por BraveTart.
Rendimento: ~50 pedaços, depende do tamanho

Ingredientes

  • 23g gelatina incolor e sem sabor em pó
  • 165g Champagne ou Espumante de boa qualidade #1
  • 165g glicose líquida transparente
  • 240g Champagne ou espumante de boa qualidade #2
  • 420g Açúcar cristal
  • 1,5g sal
  • Açúcar de confeiteiro impalpável
  • Opcional: 1/2 fava de baunilha
  • Opcional: corante alimentício

Modo

  1. Na tigela da batedeira colocar o Champagne #1 e polvilhar sobre a gelatina em pó. Reservar.
  2. Preparar uma fôrma (bolo inglês, 28x11x6cm) untada com óleo. Reservar.
  3. Numa panela alta juntar o Champagne #2, levar ao fogo médio-baixo até reduzir pela metade: 120g. Medir a redução e caso reduza além, corrija colocando mais champagne até chegar a marca de 120mL.
  4. Acrescentar na redução açúcar cristal, sal e glicose líquida. Levar ao fogo médio, misture apenas no começo para distribuir bem o açúcar e a glicose.
  5. Cozinhar a calda até atingir 115ºC (ponto de bala mole), pode demorar de 15-20 minutos. Retire do fogo e deixar esfriar até 98-100ºC.
  6. Ligar a batedeira em velocidade baixa e colocar a calda em fio. Bater devagar para a gelatina dissolver. Então, bater em velocidade máxima até triplicar em volume.
  7. Transfira o marshmallow para a fôrma preparada, distribuindo da melhor maneira possível. Bata a fôrma contra uma superfície plana para nivelar ao máximo.
  8. Deixar descansar por 5 horas (mínimo) em temperatura ambiente. Ou polvilhar açúcar de confeiteiro sobre, cobrir com plástico e levar a geladeira por 4 horas ou de um dia para outro.
  9. Com cuidado retirar o bloco de marshmallow e cortar no tamanho desejado, polvilhando açúcar de confeiteiro para evitar que grudem entre si.
  10. Armazenar em pote bem vedado.

Observações
Medidas: todas as medidas foram por peso/massa, mesmo os líquidos. Como a receita da Stella estava em ounces preferi pesar tudo, pois existem diferenças quando a ounce é para secos e molhados. Como não sei como ela fez, adaptei para a minha realidade.
Açúcar: 50% usei açúcar baunilhado, mas não deu muito gosto.
Batedeira: aconselho usar uma batedeira potente/planetária, a medida que a mistura esfria fica mais consistente.
Fava de baunilha: não usei desta vez, acrescentei algumas gotas de extrato.
Fôrma untada: segui as instruções da Stella de usar uma fôrma untada com óleo, saiu mais fácil quando comparado com o papel manteiga, e desperdiça menos. Mas ainda assim dá uma grudada e machuca um pouco o marshmallow.

Marshmallow de Champagne no Outubro Rosa

Compre pelos links abaixo. O valor não muda e você ajuda o PratoFundo:
SubmarinoShoptimeAmericanas

Após 600 dias os comentários são fechados automaticamente. Qualquer coisa, entre em contato.

6 Comentários (Deixe o seu!)
  1. Que lindo que ficou!
    Pena que meu termômetro não está funcionando. Estou sem poder testar receitas que exigem medição de temperatura. Nunca fiz Marshmallow; queria muito tentar! ADOREI!
    Abs, Pamella.

  2. Sem Avatar Hevelyn:

    Olá!

    Ficou muito lindo o seu Marshmallow!! Parabéns pela iniciativa em estimular o Outubro Rosa!!
    Eu tenho um termômetro que uso para temperar chocolate, vc saberia dizer se esse tipo de termômetro “agüenta” essas temperaturas maiores? Tenho medo de estragar! hehe!
    A glicose líquida seria o Karo?

    Obrigada!!

    1. @Hevelyn: não, não. Karo é uma mistura de açúcar em geral, tem glicose e sacarose. A glicose líquida é apenas glicose mesmo. Sobre o termômetro, depende do modelo. Alguns muito específicos (chocolate, carne…) não suportam altas temperaturas que o açúcar atinge. Normalmente o manual informa a escala de temperatura suportada.

      1. Obrigada!

  3. Sem Avatar Ulysses Borges:

    Ficou lindo. Esse rosinha a la Pantera cor de rosa é hipnotizante! Quem sabe um dia eu tente ….

Trackbacks/Pingbacks

  1. Carolina (@carol_ornelas)

    RT @pratofundo: Para o Outubro Rosa 2012: Marshmallow de Champagne. A cara da riqueza e do glamour ;) • http://t.co/hSlCtToC http://t.co/sFkNz3q9

«

»